'O talento de Alonso é comparável ao de Schumacher', diz Massa

Massa também comentou que sua relação pessoal com Alonso era harmoniosa e quanto ele trabalhava para que tudo estivesse do seu jeito e sobre o poder que tinha junto da Ferrari

Massa também comentou que sua relação pessoal com Alonso era harmoniosa e quanto ele trabalhava para que tudo estivesse do seu jeito e sobre o poder que tinha junto da Ferrari

Massa também comentou que sua relação pessoal com Alonso era harmoniosa e quanto ele trabalhava para que tudo estivesse do seu jeito e sobre o poder que tinha junto da Ferrari

Folha de Pernambuco

O ex-piloto de Fórmula 1 Felipe Massa relembrou o período de Ferrari em que esteve ao lado de Michael Schumacher e Fernando Alonso, analisou as temporadas entre 2010 e 2013, em que esteve abaixo do espanhol, e o comparou ao alemão, em entrevista a revista alemã "Auto Bild".

"Foi uma situação complicada que tive lidar, mas sempre nos tratamos bem. É sem dúvida um dos melhores pilotos que competi em minha carreira. Um talento espetacular, comparável ao de Schumacher, que demonstrou o quão bom era como piloto."

Massa também comentou que sua relação pessoal com Alonso era harmoniosa e quanto ele trabalhava para que tudo estivesse do seu jeito e sobre o poder que tinha junto da Ferrari. "A relação com Fernando sempre foi boa. É um cara legal. Era sem dúvida alguma um companheiro de equipe muito forte. Trabalhava de forma muito direta com a equipe para que tudo estivesse do seu jeito. Tinha muito poder para fazer isso", explicou.

O brasileiro ainda disse como foi especial a temporada de 2006 em que correu ao lado de Schumacher e a importância de ter um dos maiores da história ao seu lado no começo da carreira. "Ser companheiro de Michael foi algo especial. Antes de tudo, foi um grande amigo. Aprendi muito com ele como companheiro de equipe. Havia acabado de chegar a Ferrari e foi como fazer um mestrado. Este período foi muito importante em minha trajetória", contou.

Sobre os melhores momentos da carreira, Massa destacou suas vitórias e as corridas em Interlagos pela escuderia italiana. "Destacaria todas as minhas vitórias. Ganhar o GP do Brasil de 2006 pela primeira vez, é um momento que jamais esquecerei. Em 2008 também foi uma grande temporada, na que lutei até os últimos metros pelo título mundial. Também fiz ótimas corridas na Williams e na Sauber... Vivi ótimos momentos ao longo de minha carreira", concluiu satisfeito.

Leia também:
Aloisio 'Boi Bandido', ex-São Paulo, é convocado para a seleção chinesa
Organização da F1 afasta funcionários e reduz salários