Obra em drenagem dos Aflitos deve encerrar neste fim de semana

Diretor patrimonial alvirrubro é otimista com avanço das obras em drenagem do gramado

Diretor patrimonial alvirrubro é otimista com avanço das obras em drenagem do gramado

Diretor patrimonial alvirrubro é otimista com avanço das obras em drenagem do gramado

Folha de Pernambuco

A bola irá rolar melhor quando chover em jogos no estádio dos Aflitos após a paralisação. Isso porque a obra do sistema de drenagem avançou nos últimos dias. Iniciado no dia 22 de abril, a reforma contou com um grupo de seis pessoas, orientados pelo engenheiro agrônomo do clube, e respeitou as normas de saúde recomendadas pelas autoridades. De acordo com Eduardo Carvalho, diretor patrimonial do Timbu, os últimos detalhes devem ser concluídos até o próximo sábado (9).

Leia também:

Náutico realiza obras no sistema de drenagem dos Aflitos

Presidente do Náutico completa primeira semana de recuperação do coronavírus

“Essa é uma drenagem nova. E algumas partes de treino, quando foram colocadas, selaram. Nessas partes onde aconteceu isso, a gente teve que reabrir aquele setor, retirar o gramado, colocar o novo dreno, fazer o novo procedimento, fazer o teste com água e ver o escoamento pra deixar em ordem. Então o serviço já está com mais de 70% finalizado, acho que quase 90%. Se não houve nenhum contratempo, neste sábado a gente finaliza”, estabeleceu o diretor.

A obra na coluna do setor Hexa, danificada acidentalmente por um caminhão em fevereiro, terá que aguardar o regresso das atividades não-essenciais no Estado, visto que a empresa contratada paralisou os serviços por conta da pandemia da Covid-19. Ainda assim, Eduardo crê que não haverão problemas para a retomada no momento que houver a liberação para a realização do trabalho.

“A gente fez um laudo preliminar pra ter o serviço, depois fizemos o escoramento na estrutura metálica das vigas adjacentes e na coluna, e fizemos uma concretagem no pé dessa coluna com graute e internabilizantes. A partir daí nós paramos o serviço, em razão dessa pandemia que inviabilizou a equipe estar lá. Quando voltarmos ao normal, vamos fazer o envelopamento da coluna e das vigas adjacentes e a concretagem para, com alguns dias de cura, possamos ter o setor Hexa normalizado.