Orquestra Sinfônica do Recife faz último concerto em 2019

Comandado por Marlos Nobre, a OSR faz tributo ao maestro Guedes Peixoto

Comandado por Marlos Nobre, a OSR faz tributo ao maestro Guedes Peixoto

Comandado por Marlos Nobre, a OSR faz tributo ao maestro Guedes Peixoto

Folha de Pernambuco

A Orquestra Sinfônica do Recife (OSR) se despede de 2019 com homenagem ao maestro Guedes Peixoto - que foi um dos regentes do conjunto -, nesta quarta (11), no Teatro de Santa Isabel. Sob o comando de Marlos Nobre,  além do tributo, peças de Robert Schumann e do próprio Nobre integram a programação do concerto, que tem entrada gratuita, com ingressos que podem ser retirados uma hora antes da apresentação, na bilheteria do teatro.

Mário Peixoto Guedes, natural de Goiana, foi regente da OSR entre 1975 e 1984. Compôs frevos canção e de rua, além de peças eruditas com influências de ritmos nordestinos, a exemplo do maracatu. Na apresentação desta quarta, a Orquestra Sinfônica interpretará a composição "Ciranda". No repertório internacional do concerto, a "Sinfonia nº 4 em re menor, Opus 120", de Schumann, integra o repertório.

Leia também:
Flipo: festa literária impõe resistência e abraça a arte
'Baile do Menino Deus' prepara novidades para 36ª edição

Serviço
Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife
Quarta-feira (11),  20h, no Teatro de Santa Isabel (Santo Antonio, Recife)
Acesso Gratuito
Informações: (81) 3355-3322