Folha de Pernambuco Por causa de acidente no Metrô do Recife, nove linhas de ônibus são reforçadas

Por causa de acidente no Metrô do Recife, nove linhas de ônibus são reforçadas

Linhas especiais que fazem ligação com alguns terminais foram ativadas, além de de outras linhas serem reforçadas

Linhas especiais que fazem ligação com alguns terminais foram ativadas, além de de outras linhas serem reforçadas

Linhas especiais que fazem ligação com alguns terminais foram ativadas, além de de outras linhas serem reforçadas

Folha de Pernambuco

O Grande Recife Consórcio de Transporte informou, por meio da assessoria de imprensa, que colocou em prática um Plano de Contingência para minimizar os impactos da suspensão das atividades da Linha Centro do Metrô após o acidente envolvendo composições na Estação Ipiranga, na manhã desta terça-feira (18). Ao todo, nove linhas de ônibus foram reforçadas.

O Consórcio reforça a operação nas linhas de BRT 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista), 2443 – TI CDU/TI Joana Bezerra e a linha 2480 – TI Camaragibe/ Derby terá viagens alternadas para o Terminal Integrado Joana Bezerra.

Além dessas, estão sendo reforçadas as linhas convencionais 202 – Barro/Macaxeira (Várzea) e 207 – Barro/Macaxeira (BR-101). Com estas linhas, os usuários poderão ter acesso à linha 2490 – TI Camaragibe/TI Macaxeira. O Grande Recife está ativando ainda a linha especial TI TIP/TI Camaragibe e reforçando as linhas 346 - TI TIP (Conde da Boa Vista) e 347 - TI TIP (Derby).

Leia também:
Colisão entre dois trens do Metrô do Recife deixa feridos e paralisa a Linha Centro
'Foi um barulho muito alto e depois tinha gente sangrando', conta passageira sobre a colisão no metrô
Ação no Metrô orienta sobre cuidados com crianças e adolescentes no Carnaval


Já quem usa a Linha Centro do metrô, com origem na cidade de Jaboatão, pode contar com o reforço da linha 200 – Jaboatão (Parador), indo para o Centro do Recife. Foram ativadas as linhas especiais que fazem a ligação entre os terminais de Joana Bezerra/Afogados/Barro e Barro/Jaboatão, conforme a demanda.

Transtornos
Para os passageiros que, em condições normais, utilizam o metrô, a manhã desta terça-feira (18) foi marcada por transtornos. Sem a Linha Centro, muitos usuários do transporte coletivo tiveram que recorrer aos ônibus. 

Foi o caso de Veronica Alves, 45, que usa o ramal Jaboatão do metrô diariamente para ir ao trabalho e, com a paralisação, a operadora de caixa precisou pegar Linha Sul do metrô e pegar um ônibus na estação Joana Bezerra. "É um percurso bem mais longo, vou perder cerca de uma hora e meia e devo chegar bem atrasada no trabalho", disse. Sobre os problemas recorrentes no metrô, Verônica classifica a situação como "uma grande falta de respeito com as pessoas que saem cedo de casa pra trabalhar ou ir à escola".

A enfermeira Claudialane Pereira, 28, acompanharia a filha Hadassa, 6, em uma consulta marcada para a manhã desta terça. No entanto a colisão fez com que ela perdesse o horário da consulta. "É uma situação horrível. Perdi a consulta da minha filha e agora tenho que voltar para casa. Perdemos tempo e gastos, agora terei que pegar dois ônibus e, assim, pagar duas passagens", afirmou a enfermeira.

Para tirar dúvidas ou enviar sugestões e reclamações, o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800 081 0158 ou pelo WhatsApp no número 99488.3999, exclusivo para reclamações.

Entenda o caso
Uma colisão entre dois trens do Metrô do Recife (Metrorec) ocorreu no início da manhã desta terça-feira (18) na capital pernambucana. O acidente foi por volta das 5h40 na Estação Ipiranga, no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife. Segundo o Corpo de Bombeiros, foram pelo menos 29 feridos e outras pessoas em estado de choque. Onze ambulâncias do Samu foram enviadas ao local para fazer atendimento. Por causa da batida, a Linha Centro do Metrô do Recife está sem funcionar.

Últimas