'Risoflora: Imagens-Resistência' ganha mostra em Olinda

Por meio de fotografias, olhares de alunos de cinema e jornalismo da UFPE são expostos em mostra no Eufrásio

Por meio de fotografias, olhares de alunos de cinema e jornalismo da UFPE são expostos em mostra no Eufrásio

Por meio de fotografias, olhares de alunos de cinema e jornalismo da UFPE são expostos em mostra no Eufrásio

Folha de Pernambuco

Entender resistência associada à ideia de imagens que ressignificam realidades. Essa é a proposta da exposição fotográfica “Risoflora: Imagens-Resistência” que ganha mostra a partir desta quarta-feira (18) no Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, Olinda, espaço que recebe por meio de fotografias, olhares de mais de 80 estudantes de cinema e de jornalismo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

“São possibilidades de imagens que envolvem, por exemplo, o extrapolar o sentido da verossimilhança da fotografia por meio de construções criativas, mostrando fotos daquilo que normalmente não estamos acostumados a ver, para dar outro significado, dentro de cotidianos vividos no Recife”, comenta Fernanda Capibaribe, fotógrafa e professora da academia que está à frente dos trabalhos produzidos pelos alunos.

Leia também:
Alceu Valença ganha exposição em São Paulo
Projeto musical da Fundaj vai levar aprendizado para a região Zona da Mata


Com fotos produzidas durante aulas práticas da disciplina de Introdução à Fotografia, ministrada pela docente, para além das lentes das câmeras há a essência do olhar dos que ficam por trás delas, tendo como simbolismo central a risoflora, plantação característica do mangue, um dos elementos utilizados na exposição.

"Começamos a trabalhar essa perspectiva sobre qual o tipo de imagem podia configurar esse contexto, a partir da temática da risoflora e das afetividades que se têm dela", explica Fernanda, que há pelo menos três anos sai sa sala de aula para outros ambientes, em meio a improvisações e materiais de baixo custo, uma vez que os trabalhos não são abarcados por nenhum financiamento. "Queremos sair de uma ideia de que tudo que se produz na universidade só fica lá", conclui.

Trilogia Vermelha
Hoje, também no Eufrásio Barbosa, mais especificamente no Teatro Fernando Santa Cruz, será apresentado o espetáculo "Trilogia Vermelha", do coletivo Grão Comum. Na narrativa, relações do cineasta baiano Glauber Rocha com Pernambuco, por meio de cartas escritas para Jomard Muniz de Brito e o ex- governador Miguel Arraes. O ingresso para o espetáculo custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada).