Folha de Pernambuco Santa busca alternativas para impulsionar novos associados em meio à paralisação

Santa busca alternativas para impulsionar novos associados em meio à paralisação

A Folha de Pernambuco conversou com o diretor de marketing do clube, que ressaltou a importância de novos sócios como fonte de receita ao Tricolor

A Folha de Pernambuco conversou com o diretor de marketing do clube, que ressaltou a importância de novos sócios como fonte de receita ao Tricolor

A Folha de Pernambuco conversou com o diretor de marketing do clube, que ressaltou a importância de novos sócios como fonte de receita ao Tricolor

Folha de Pernambuco

A crise chegou forte para todo mundo. Para os clubes de futebol, então, que muito dependem do funcionamento dos jogos para manterem as contas em dia, o cenário encabeçado com a chegada do covid-19 ao Brasil começa a exigir que alternativas sejam encontradas para minimizar os danos aos cofres das equipes. Na Capital pernambucana, esse é o caso do Santa Cruz. Com a suspensão dos campeonatos regional e estadual, o Tricolor, temporariamente, deixa de contar com a importante receita das bilheterias e, agora, precisa do apoio da torcida para injetar recursos para o pagamento de sua folha salarial.

“É muito importante o torcedor se manter em dia e outros torcedores chegarem junto para se associar. Os grandes picos de arrecadação são nos jogos, mas como as competições foram suspensas, não estamos tendo isso. A gente tem tido a continuidade do pagamento dos patrocinadores e isso é muito bom. Vamos seguir impulsionando a adesão dos sócios pelos canais de mídia e redes sociais e na próxima semana vamos fazer uma campanha mais forte para chamar e conscientizar os torcedores", explicou o diretor de marketing do Santa Cruz, Guilherme Leite.

Leia também:
Em meio à indefinição, vice do Santa defende necessidade de 'ver a situação dos clubes’
Santa Cruz anuncia parceria com equipe de esports
AGE para votação da reforma do estatuto do Santa Cruz será adiada

O responsável por dar corpo às campanhas da Cobra Coral ainda falou da incerteza gerada pelo momento atravessado pelo futebol e pelo mundo, e citou outra opção para os tricolores ajudarem o Santa Cruz neste período. “A gente não sabe se volta dia 31 (de março). Tudo para de funcionar, mas o clube continua tendo uma folha para pagar. O prejuízo seria mais em dia de jogos em casa. Além de se associar e continuar pagando a mensalidade, outra alternativa é realizar compras onlines na Cobra Coral".

 Atualmente, o clube conta com cerca de 4 mil sócios. De acordo com Guilherme, do percentual gerado por essa receita, o Santa consegue arcar com a folha salarial do setor administrativo e parte do departamento de futebol.


Na última terça-feira (17), o clube anunciou a paralisação das atividades do departamento de futebol, administrativas, sociais e de arrecadação, e estabeleceu para o dia 01 de abril um possível retorno, caso a pandemia do novo coronavírus esteja sob controle no País.

Últimas