Saúde financeira das empresas requer o trabalho essencial do Profissional da Contabilidade

Contadores são fundamentais na recuperação financeira das empresas

Contadores são fundamentais na recuperação financeira das empresas

Contadores são fundamentais na recuperação financeira das empresas

Folha de Pernambuco

O mundo foi pego de surpresa pelo novo Coronavírus e enfrenta uma crise de saúde pública inimaginável há poucos meses. O impacto causado pelo necessário isolamento social afeta seriamente a saúde financeira de uma grande parte das pequenas, médias e grandes empresas em todos os continentes e, no Brasil, isso não é diferente.

O setor empresarial vem perdendo consistentemente a sua capacidade de honrar com seus compromissos dentro dos prazos pré-acordados, fazendo com que o passivo de muitas dessas empresas já supere os seus respectivos ativos.

Dada a importância das empresas, de qualquer porte, à atividade econômica saudável de um país, esse forte impacto no mundo empresarial já é considerado como um dos maiores desafios a serem enfrentados pela humanidade pelos próximos meses. É como se essas empresas estivessem em um quarto de hospital, muitas em um leito de UTI, lutando para se manter ativas, para sobreviver em meio ao caos generalizado do sistema de saúde.

Nesse contexto estão inseridos os profissionais da Contabilidade, que diante dessas empresas, substituem os médicos, enfermeiros, instrumentistas, maqueiros e tantos outros profissionais da saúde que cuidam tão bem de nossa população, e que se arriscam todos os dias para desempenhar o seu papel fundamental, cuidar de gente.

É nesse contexto, também, que conseguimos enxergar com mais clareza a essência do trabalho do profissional da contabilidade que, em meio a pandemia do novo Coronavírus, se apresenta como um consultor financeiro munido de seu conhecimento técnico e habilidade humana, para desempenhar sua principal função, cuidar de empresas.

Os contadores não param, afirma Dorgivânia Arraes, presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Pernambuco. “Eles são essenciais, incansáveis em reivindicar as melhores condições, mesmo com uma demanda de trabalho muitíssimo maior e, na maioria das vezes, trabalhando de casa mesmo, em home office, sem descanso, para conseguir, dar conta de interpretar, colocar em prática e orientar empresários diante de quase 30 medidas provisórias em menos de um mês. Um momento em que o papel de consultor do profissional da contabilidade se torna ainda mais visível e fundamental, em meio à insegurança dos empregadores na aplicação da legislação emergencial da COVID-19", comenta ela.

"Todos os gestores que tenham de tomar decisões que remetam ao equilíbrio econômico e financeiro de suas empresas, devem ter o profissional da Contabilidade como um aliado imprescindível. Todos sabemos que essas decisões são rotinas na vida de um gestor, mas em tempo de isolamento social, um passo errado e o abismo se apresenta como solução”, afirma a presidente.

Conselho Regional de Contabilidade do estado completa 100 dias de nova gestão em cenário desafiador para a classe

Dorgivânia Arraes, presidente do Conselho Regional de Contabilidade em Pernambuco

Dorgivânia Arraes, presidente do Conselho Regional de Contabilidade em Pernambuco

Folha de Pernambuco

Dorgivânia Arraes, presidente do Conselho Regional de Contabilidade em Pernambuco - Crédito: Divulgação


Em meio a esse contexto e neste dia 25 de abril, dia do Profissional da Contabilidade, a presidente do Conselho Regional de Contabilidade em Pernambuco (CRCPE), Dorgivânia Arraes, fala à Folha de Pernambuco sobre os primeiros 100 dias de gestão da nova diretoria que assumiu o Conselho em janeiro deste ano e também sobre como a entidade e a classe contábil vem enfrentando os efeitos da pandemia:

“Completamos 100 dias de gestão em meio a um cenário em que governo e sociedade percebem, cada dia mais, que o papel do profissional da contabilidade é essencial. Estamos atentos, desde o início desta gestão, a todas as reuniões e oportunidades que podem levar até o profissional da contabilidade de Pernambuco, os melhores resultados e as mudanças necessárias.

Trabalhamos com diversos projetos, articulando junto a diversos agentes do desenvolvimento para fortalecer a classe, possibilitando que ela exerça seu papel de cuidar da saúde das empresas. Trabalhamos juntos, em uma gestão participativa, para trazer a inovação para o nosso CRC, a cada movimentação das nossas comissões, conselheiros, diretoria e colaboradores.

Em pouco mais de 3 meses de trabalho, estreitamos o contato com entidades e órgãos de interesse da classe contábil, como Sebrae-PE, SESCAP-PE, APJEP, COAF, BACEN, UPE, entre outras. Além disso, buscamos inovar e apresentar nossas pautas ao Governo do Estado, Porto Digital; e firmar união e apoio a projetos como a Orquestra Criança Cidadã e outros”

Representatividade das entidades de classe tem sido fundamental para prorrogação de prazos

Dia após dia, o CRCPE e o sistema CFC/CRCs vêm apelando às autoridades pela prorrogação do prazo de recolhimento do ICMS e da entrega das Obrigações Acessórias, diante da pandemia do Coronavírus (COVID-19).

Foram mais de 185 ofícios e, segundo Dorgivânia Arraes, é possível contabilizar diversas conquistas, como a prorrogação, para o dia 30 de junho de 2020, do prazo para apresentação da Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis) e da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei), referentes ao ano calendário 2020; Além do diferimento parcial do ISS no Município de Petrolina e ainda prorrogação dos prazos para quitação dos tributos municipais em Santa Cruz do Capibaribe e ainda no município de Serra Talhada, com suspensão da propositura de novas execuções fiscais de tributos que não estejam prestes a prescrever e de novos protestos extrajudiciais dos créditos tributários e não tributários inscritos em dívida ativa e de novas inscrições de contribuintes inadimplentes no SPC/Serasa.

“E essas foram apenas algumas, pois foram muitas mudanças feitas pelo governo em atendimento ao pleito da classe e em benefício das empresas e população, tanto regional, quanto nacionalmente, como a Prorrogação do pagamento dos tributos do Simples Nacional por 6 meses, o adiamento e pagamento parcelado do FGTS; o adiamento do PIS, Pasep, Cofins e contribuição previdenciária; redução do IOF sobre operações de crédito; a prorrogação da validade de certidões de débitos e créditos tributários (CND) e (CNEND) já emitidas e a Prorrogação do prazo de entrega do IRPF.

Certos de que novas conquistas virão, seguimos incansáveis, pleiteando em prol da classe junto ao governo.” afirma a presidente do Conselho, que termina sua fala reconhecendo e parabenizando a classe: “Profissional da Contabilidade, você é essencial, sua habilidade e conhecimento são fundamentais para um bom gerenciamento da crise e, quando esse momento crítico passar, seu trabalho continuará como peça determinante para a recuperação da economia. Parabéns!”

#CRCPE