Secretaria atualiza estado de saúde dos pacientes com suspeita de coronavírus

Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (26), a SES-PE detalhou a situação dos três pacientes, que estão sendo observados

Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (26), a SES-PE detalhou a situação dos três pacientes, que estão sendo observados

Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (26), a SES-PE detalhou a situação dos três pacientes, que estão sendo observados

Folha de Pernambuco

Três pacientes estão sendo monitorados em Pernambuco por manifestações dos sintomas da Covid-19. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE), os pacientes são uma mulher de 51 anos; um homem de 24 e outro de 41 anos que fizeram viagens recentes à Itália, país com casos confirmados e com 14 mortes contabilizadas até o momento.

Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (26), a SES-PE detalhou a situação dos três pacientes. A mulher, de 51 anos, desembarcou no Recife na última terça-feira (25) em voo proveniente da Itália com conexão em São Paulo (SP).

A paciente está isolada desde o desembarque no Hospital Universitário Oswaldo Cruz e, segundo a secretaria, apresenta um quadro de saúde estável e uma boa evolução, não apresentando febre nem tosse. Os exames que detectam a presença ou a ausência do vírus no organismo da mulher foram encaminhados para o Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará.

Leia também:
Pernambuco investiga três casos suspeitos do coronavírus
Laboratórios criam teste para identificar coronavírus, mas pedem cautela no uso
'Não faz sentido testar todo mundo para coronavírus', diz David Uip


Residente na Itália, o homem de 24 anos chegou em Pernambuco no último dia 14, mas só apresentou sintomas como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade de respirar na última terça-feira (25). Na quarta (26), o homem procurou o Oswaldo Cruz e apresenta um quadro de saúde estável. No entanto, por ser asmático, o paciente está sendo mantido na UTI do hospital.

Já o homem de 41 anos mora no Recife e tem histórico de viagens para a Itália. O paciente chegou em Pernambuco no dia 12 de fevereiro e, treze dias depois, apresentou sintomas como febre, coriza, dor de garganta e congestão nasal. Na quarta (26), o homem procurou uma unidade de saúde particular, onde está internado até o momento.

Os três pacientes já realizaram a coleta de materiais para as análises laboratoriais. Os exames foram encaminhados para o laboratório do Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará, no norte do País. Os resultados das pessoas internadas no Huoc devem sair nesta sexta-feira (28), já o do homem atendido na rede privada ficará pronto no final de semana.

A secretaria recomenda que, para evitar sobrecarga, as pessoas não procurem espontaneamente as unidades de referência, que são o Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), o Hospital Correia Picanço (HCP) e o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip).

Na Paraíba, um paciente também está sendo monitorado. O homem teve passagem pelo Aeroporto Internacional do Recife na última segunda-feira (27).

De acordo com o Ministério da Saúde, são considerados casos suspeitos de coronavírus pessoas com febre e pelo menos um sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) e histórico de viagem para área com transmissão da doença.