Sem constar no currículo, Matheus Carvalho projeta título da Copa do Nordeste

Atacante demonstra confiança com montagem do elenco e avalia preparação alvirrubra

Atacante demonstra confiança com montagem do elenco e avalia preparação alvirrubra

Atacante demonstra confiança com montagem do elenco e avalia preparação alvirrubra

Folha de Pernambuco

O Clássico dos Clássicos, apelido para o duelo contra o Sport, marca a estreia do Náutico no Campeonato Pernambucano, no dia 18. Para acelerar a evolução física dos atletas, alguns amistosos estão sendo programados na pré-temporada. O último ocorreu há 11 dias, quando os alvirrubros empataram por 1x1 com o ABC, no estádio dos Aflitos. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o atacante Matheus Carvalho avaliou a importância das partidas na preparação.

“Se no primeiro amistoso já foi bom pra sentir aquele ritmo, pra ver como a gente estava, a gente sabia que a evolução seria gradativa. A gente fez um amistoso contra o CSP, deu pra sentir bastante o ritmo. Aí depois teve o ABC, uma equipe que estava treinando há 40 dias já, 20 dias a mais do que a gente, mas conseguimos impor tudo que tinha sido trabalhado. Hoje já mudou a chave, essas festividades de Natal e Ano Novo foram muito boas para dar uma relaxada com a família, mas o foco agora é totalmente no Pernambucano, no dia 19. Mas esses amistosos vão ser muito importantes para chegarmos bem na estreia.”

Antes da Série B, o Timbu disputa o Estadual, Copa do Brasil e Copa do Nordeste. O atacante avaliou que os novos reforços e a manutenção da base campeã da Série C pode contribuir no sucesso do Timbu. “Com certeza, a gente conseguiu manter a base, o que é muito importante, o ambiente continua o mesmo, e os atletas que estão chegando, chegam pra somar. Estamos muito felizes com todas as contratações, e do Erick também que é um jogador muito importante do 1x1, que a gente perdeu o Thiago e precisava dessa substituição à altura. A gente conhece o jogador, já joguei contra também e que venha pra somar, o Ronaldo Alves também e outros. É isso, cara, a gente vai forte.

Após acumular alguns insucessos na Copa do Nordeste, Matheus declarou a vontade em levantar a taça da competição. Ainda assim, disse que não é o único desejo para 2020. Quando estava no ABC, joguei a semifinal contra o Sampaio Corrêa. Eu perdi essa semifinal, e no ano passado, acabei perdendo para o Botafogo também. Tô com fome de ganhar essa Copa do Nordeste, fome de ganhar o Pernambucano, tudo que eu puder ganhar. Acho que os meus companheiros também estão com esse pensamento. A gente não entra em campo pra perder ou empatar, a gente quer ganhar tudo”, concluiu.

Leia também:

Amistoso entre Treze x Náutico será no Presidente Vargas 

Náutico acerta empréstimo com goleiro Halls, do Vasco