Política G1 e GloboNews feriram 'princípios editoriais', diz Wajngarten

G1 e GloboNews feriram 'princípios editoriais', diz Wajngarten

Notícia de que Planalto teria confirmado que Bolsonaro pediu demissão de presidente do BB é 'fake news, disse secretário

  • Política | Do R7

Fabio Wajngarten

Fabio Wajngarten

Marcelo Camargo Agência Brasil - 28.05.2019

O secretário-executivo do Ministério das Comunicações Fabio Wajngarten disse nesta quinta-feira (14) em suas redes sociais que "o G1 e o comentarista da GloboNews feriram todos os “princípios editoriais” do grupo. Informaram sobre uma nota da Secom que não existe, não corrigiram e nem admitiram o erro". 

Ele cita uma reportagem do Grupo Globo com o título "Bolsonaro pediu demissão do presidente do Banco do Brasil, informa Planalto", afirmando  que o presidente da República teria pedido ao ministro da Economia Paulo Guedes a demissão de André Brandão. Segundo o G1 e a GloboNews, a notícia teria sido confirmada pelo Planalto.

"Não tiveram “isenção”, nem “correção” na informação, e nem agilidade para corrigi-la", escreveu Wajngarten. Ele postou vídeo do Jornal Nacional sobre "os princípios editorias" do Grupo Globo.

"Desafio o colunista e o G1 a confirmarem a informação e a existência da nota da Secom. A produção de fakenews é tão leviana que sequer a Secom foi consultada previamente", afirma o secretário-executivo.

Últimas