Política Políticos lamentam tragédia que deixou mortos em Capitólio (MG)

Políticos lamentam tragédia que deixou mortos em Capitólio (MG)

Mensagens prestam solidariedade às vítimas e às famílias e foram publicadas nas redes sociais neste sábado (8)

  • Política | Do R7, em Brasília

Estrutura rochosa desabou em cima de lanchas neste sábado (8)

Estrutura rochosa desabou em cima de lanchas neste sábado (8)

Reprodução / redes sociais

Após a confirmação da tragédia com o desabamento de uma estrutura rochosa em Capitólio (MG) neste sábado (8), políticos publicaram mensagens de solidariedade às famílias das vítimas. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais atualizou no início da noite o número de vítimas da tragédia para sete mortos e 20 desaparecidos.

O tenente do Corpo de Bombeiros Pedro Aihara, porta-voz da corporação, afirmou que o número de mortos pode aumentar. Cerca de 40 bombeiros estão empenhados nas buscas pelos desaparecidos. De acordo com o coronel Edgard Estevo, os mergulhos para buscas não deverão ser feitos no período noturno por questões de segurança.

Nas redes, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que "tão logo o lamentável desastre" ocorreu, a Marinha foi acionada para colaborar com as buscas. O presidente foi informado da tragédia pela imprensa durante a festa de aniversário do advogado-geral da União, Bruno Bianco, em Brasília.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), afirmou que as fortes chuvas que têm atingido o estado provocaram o desprendimento do paredão de rocha em Capitólio. O governador afirmou que se solidariza com as famílias. "Os trabalhos de resgate ainda estão em andamento. Solidarizo com as famílias neste difícil momento. Seguiremos atuando para fornecer o apoio e amparo necessários", escreveu.

O presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD), que é mineiro, também lamentou a tragédia. Em sua conta no Twitter, onde as publicações não são abertas ao público em geral, Pacheco prestou solidariedade às famílias das vítimas e reforçou a sua confiança nos trabalhos da Marinha e dos Bombeiros. 

Rodrigo Pacheco prestou solidariedade

Rodrigo Pacheco prestou solidariedade

Reprodução / Twitter

O senador e ex-governador de Minas Gerais Antonio Anastasia (PSD-MG) também publicou uma mensagem de solidariedade aos familiares das vítimas. "As imagens são impressionantes e nos causam aflição e grande tristeza", disse.

Um dos filhos de Bolsonaro, o senador Flávio (PL) também fez uma publicação sobre o acidente. O congressista afirmou que, em respeito às vítimas, não publicaria o vídeo do momento do desastre e se disse em oração pelas famílias.

Últimas