Senado aprova projeto que divide recursos de leilão do pré-sal

O plenário vai analisar na sequência uma emenda, apresentada pelo PT, que aumenta o repasse de valores para estados do Norte e do Nordeste e DF

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária

Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (15) o projeto que divide os recursos do megaleilão do petróleo com estados e municípios. O texto passou com 68 votos favoráveis e nenhum contrário.

Leia também: Entenda o que é cessão onerosa: acordo liberou exploração do pré-sal

O plenário vai analisar na sequência uma emenda, apresentada pelo PT, que aumenta o repasse de valores para estados do Norte e do Nordeste e para o governo do Distrito Federal.

Se não houver alterações, como articula a cúpula do Senado, o texto seguirá para sanção presidencial.

O leilão do excedente das áreas do pré-sal está previsto para o dia 6 de novembro. Até esta data, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), quer convocar uma sessão do Congresso Nacional para votar o projeto que abre um crédito extra permitindo ao governo federal pagar à Petrobras R$ 33,6 bilhões oriundos do acordo de revisão da chamada cessão onerosa.