Notícias Prefeitura de SP vai divulgar tipo de vacina disponível para 2ª dose nas UBS

Prefeitura de SP vai divulgar tipo de vacina disponível para 2ª dose nas UBS

Agência Estado

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 26, que os tipos de imunizantes disponíveis para aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19 vão passar a ser divulgados no Filômetro, site que mostra o status das filas nos pontos de vacinação da capital. A meta é de que a informação passe a ser mostrada ainda nesta semana.

Em agenda nesta manhã, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) voltou a abordar o erro que levou ao cancelamento do calendário de vacinação da população com 28 anos. Segundo ele, o anúncio das novas datas deve ser realizado após anúncio da gestão estadual sobre distribuição de mais doses.

"Nós tínhamos uma informação e a gente reconhece que pode ter tido uma interpretação não correta. A gente fica querendo antecipar a vacina. Era uma programação de chegada de vacinas que não se confirmou. O governador vai fazer um anúncio na quarta-feira sobre a chegada de doses, vai informar os prazos, e pode até ser que, até quinta-feira, a gente retome a vacinação para a população de 28 anos."

De acordo com Nunes, a cidade de São Paulo chegou à vacinação de 80% da população elegível com a primeira dose e não há riscos de falta de segunda dose para a população.

Para evitar que as pessoas precisem ir a mais de um posto para tomar a segunda dose, ele afirmou que o site da Prefeitura está sendo ajustado para mostrar os imunizantes disponíveis. A informação não estará disponível para quem vai tomar a primeira dose. A medida é para evitar o comportamento dos "sommeliers de vacina", como ficaram conhecidas as pessoas que vão a mais de uma unidade para tentar escolher o imunizante que vai tomar.

"A gente está adequando o nosso sistema, o De Olho na Fila, para informar naquele software qual UBS (Unidade Básica de Saúde) terá o tipo de dose para a segunda dose para melhorar a logística." Ainda de acordo com Nunes, 218 mil pessoas na capital perderam o prazo e não tomaram a segunda dose.

A nova função deve estar disponível nos próximos dias. "É para evitar de ir no posto de saúde e não ter o imunizante que a pessoa precisa. Para não bater em uma unidade que não tem a dose. Estamos tentando correr para ter ainda nesta semana o dispositivo", informou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Últimas