'Presos' por causa da chuva, eles resolveram jogar Uno

Com o caos causado pela chuva, um grupo de sete funcionários de um banco se viu preso na Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, sem poder ir para o trabalho ou voltar para casa. Qual foi a solução? Ir a uma lojinha do terminal e comprar um baralho de Uno. "Foi o jeito que a gente arrumou para matar o tempo. Estamos ilhados. Nunca vi nada igual", contou Carla Moreira de Aguiar, de 22 anos. Por volta de meio-dia, um grupo de dez atendentes de telemarketing que não tinha sido liberado pelos supervisores resolveu abrir as marmitas e almoçar no chão. "Disseram para a gente esperar", disse William Souza, de 21. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.