Augusto Nunes Aliança rompida entre Eduardo Paes e Rodrigo Maia

Aliança rompida entre Eduardo Paes e Rodrigo Maia

Eduardo Paes recusa o casamento proposto por Rodrigo Maia

  • Augusto Nunes | Do R7

Na sexta-feira passada, ao licenciar-se da Câmara dos Deputados para assumir o cargo de secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo paulista, o deputado federal Rodrigo Maia afirmou que planejava candidatar-se à reeleição “vinculado aos planos políticos do prefeito do Rio, Eduardo Paes”. Neste domingo, uma reunião de cúpula da administração carioca reforçou a suspeita de que Maia se esqueceu de combinar com o parceiro.

Rodrigo Maia, secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo

Rodrigo Maia, secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo

Governo do Estado de São Paulo - 20.08.2021

Durante o encontro no Centro de Convenções Sul América, Paes comunicou aos secretários municipais que todos devem unir-se no esforço para eleger cinco candidatos do PDS, novo partido do prefeito e do quinteto que acabou de ungir: Pedro Paulo, secretário da Fazenda, Marcelo Calero, secretário da Educação, Chico Bulhões, deputado Ferreirinha e deputada Laura Carneiro.

Em 2018, Rodrigo Maia renovou o mandato com pouco menos de 75 mil votos. Expulso do DEM, ainda sem partido e agora excluído da lista divulgada pelo prefeito que apoiou em 2020, talvez desista da candidatura à reeleição. Ex-adversários, Maia e Paes reconciliaram-se na campanha para as eleições municipais. A aliança durou menos de um ano.

Últimas