Existem vacinas. O que falta é vacinação

Cinco postos fechados neste sábado estão na relação dos locais abertos para a imunização no fim de semana

  • Augusto Nunes | Do R7

Vacinação na UBS Cambuci, em São Paulo, nesta sexta-feira (16)

Vacinação na UBS Cambuci, em São Paulo, nesta sexta-feira (16)

FEPESIL/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO-16/04/2021

No dia 27 de março, um sábado, tomei a primeira dose da Coronavac no Memorial da América Latina. A enfermeira que aplicou a vacina informou que eu deveria voltar ao mesmo local em 17 de abril para a segunda dose e entregou-me o comprovante confirmando a data. Neste sábado, às 10h, encontrei o Memorial fechado.

Na portaria, uma funcionária disse que dezenas de pessoas haviam passado por lá em busca da segunda dose. Fui em seguida ao ponto da Faculdade de Medicina da USP, na Avenida Doutor Arnaldo. Fechado também. Tentei os postos dos clubes Paulistano e Hebraica e o do Parque Villa-Lobos. Mais três decepções.

No site Vacina Já, constatei que a maioria dos pontos de vacinação ficam abertos só nos dias úteis. A relação dos locais disponíveis no fim de semana inclui os cinco que encontrei fechados. Colsultei o site Vacina Sampa e resolvi tentar a UBS Humaitá, na Bela Vista. No número 52 da Rua Humaitá, descobri que o site esqueceu um zero. A UBS fica no 520. Sem drive-thru, a fila se estendia por cerca de cem cabeças. Consegui ser vacinado às 13h.

É certamente por isso que tanta gente não tomou a segunda dose. Milhares tentaram em vão. Aprenderam que vacinas existem. O que falta é vacinação.

Últimas