Imagens revogam fantasia

Organizadores das manifestações fingem não enxergar o vermelho-PT

  • Augusto Nunes | Do R7

Manifestantes se identificaram com camisetas vermelho-PT

Manifestantes se identificaram com camisetas vermelho-PT

Fernando Bizerra/EFE - 29.05.2021

Preocupados com o arriamento da palavra de ordem “fique em casa”, com a desmoralização do discurso que condena todo tipo de aglomeração e com a adesão popular pouco impressionante, o ex-presidente Lula e líderes do PT tentaram contestar as evidências de que o partido e seu chefe participaram da montagem das manifestações deste 29 de maio. Companheiros de distintas patentes recorreram à cara de paisagem e a frases ambíguas para costurar a fantasia segundo a qual a tribo apenas acompanhou com simpatia a mobilização idealizada por uma frente ampla antibolsonarista.

Foram abalroados por imagens que dispensam legendas. Na Avenida Paulista, a deputada Gleisi Hoffman, presidente do partido, passou longos minutos berrando num carro de som. Em Salvador, um bloco de ativistas desfilou trajando camisas e carregando faixas com dizeres que louvavam Lula. No Rio de Janeiro, o ato foi ornamentado por um boneco inflável inspirado no ex-presidente com a inscrição aposentada pelo STF: Lula Livre. E em todas as cidades grupos de manifestantes se identificaram com camisetas vermelho-PT.

Os organizadores da mobilização reiteram que os atos não favoreceram nenhum candidato à Presidência em 2022. Também juram que eventuais demonstrações de preferência por Lula foram pura coincidência. Faz de conta que sim.

Últimas