Autos Carros [Avaliação] Aposentando o motor 2.4 da Fiat Toro

[Avaliação] Aposentando o motor 2.4 da Fiat Toro

Picape versátil seguirá com motor 1.8 flex e 2.0 turbodiesel enquanto espera versão 1.3 de 150cv

Na última semana a Fiat anunciou a linha 2021 da picape Toro e com ela o fim do motor 2.4 Tigershark de 186cv e 29,7kgfm. Uma pena pois esse propulsor anda mais e consome tanto quando o 1.8 e.TorQ EVO que fica em linha enquanto espera o 1.3 turbo de 150cv que chega só no próximo ano. Antes da “aposentadoria” o R7 Autos Carros avaliou a versão Volcano que também é equipada com câmbio automático de nove velocidades.

Marcos Camargo

Abastecida com etanol a picape mostra bastante disposição com seus 186cv. Com apenas um toque no acelerador o motor reage prontamente, diferente do motor 1.8 E-torq de 139cv e 19,3kgfm, que tem um grande delay em arrancadas e retomadas limitadas ainda pela transmissão de seis velocidades.

Guilherme Magna

O consumo também é um ponto positivo do motor Tigershark. Considerando o peso da Toro registramos uma media de 7,5km/l dentro da cidade e 8,9km/l na estrada, sempre abastecidos com etanol. O número é superior aos 6,3km/l na cidade e 8,0km/l na estrada do motor 1.8 flex. Na prática o 2.4 anda mais e mostra relativa economia. Portanto, vale a pena aproveitar uma unidade remanescente com o Tigershark ao invés do e.TorQ enquanto o turbo flex não chega.

Itens de série

A Fiat Toro Volcano 2.4 é equipada com banco do motorista com ajustes elétricos, partida remota, chave presencial, sensor e câmera de ré, ar-condicionado digital de duas zonas, quadro de instrumentos com LCD de 7 polegadas, start-stop, ESP com assistente de partida em rampa e modo Sport. A multimídia é a já conhecida Uconnect 7” com espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay. Bem equipada a pickup tem perfil interessante de acabamento mesclando duas cores no painel, bancos em couro e outros itens de conforto.

Marcos Camargo

No quesito segurança a picape tem assistente de partida em rampa, controle de tração e estabilidade e freios ABS. Os airbags laterais, de cortina e joelho são opcionais de R$ 5.990 (incluídos em um pacote que adiciona os bancos de couro).

Guilherme Magna

Veredito

A explicação para parar com a comercialização da Toro 2.4 se deve ao alto custo de importação, já que o motor Tigershark é fabricado no México. Com o dólar alto para evitar mais aumentos de preço (a Toro já subiu de preço duas vezes esse ano) a FCA decide tirar o propulsor da gama. O ideal seria esperar a chegada do 1.3 turbo para fazer uma substituição mas isso não aconteceu por enquanto.

Guilherme Magna

Em relação a mercado a Toro é a picape mais vendida do segmento, tendo como principal concorrente a Duster Oroch. Em 2020 a Fiat já emplacou 16.747 unidades da Toro, enquanto a Renault comercializou 2.058 da Duster Oroch. Em breve teremos o lançamento da Volkswagen Tarek, que também fará frente a Toro mas isso só deve ocorrer no final do próximo ano.

A Toro Volcano com motor 2.4 ainda está disponível em algumas concessionárias da marca com preço sugerido de R$ 125.990.

*Por Guilherme Magna

Últimas