Autos Carros [Avaliação] Renegade Moab foca no que interessa com bom motor diesel 

[Avaliação] Renegade Moab foca no que interessa com bom motor diesel 

Versão de entrada vem com motor 2.0 turbodiesel de 170cv com 35,7kgfm de torque despojado de acabamentos cromados mas com custo benefício interessante

Modelo é oferecido por R$ 139.690,00

Modelo é oferecido por R$ 139.690,00

Marcos Camargo Jr

A Jeep iniciou em outubro as vendas do Renegade Moab, uma versão simplificada do SUV compacto equipada com motor turbodiesel e visual mais simples mas com as virtudes da tração 4X4. O R7 testou a novidade por uma semana nas piores condições de piso possível do jipinho oferecido por R$ 139.690,00 mas que facilmente é encontrado com algum desconto nas concessionárias.

RENEGADE MOAB: a versão mais barata do Jeep Diesel! Veja teste, review e consumo do motor 2.0 diesel. Veja o vídeo da AVALIAÇÃO!

Primeiro vale dizer que neste preço ele fica cerca de R$ 15 mil acima dos SUVs compactos com motor flex e muito distante de modelos com motor diesel equivalentes. 

Multimídia tem sistema Uconnect 7, diferente da moderna tela de 8,4 dos modelos mais caros

Multimídia tem sistema Uconnect 7, diferente da moderna tela de 8,4 dos modelos mais caros

Reprodução Internet

Para ser atrativo o Renegade Moab perde cromados, acabamentos em preto brilha te e muitos apetrechos visuais. Em seu lugar estão bancos revestidos em tecido, superfície mais simples no acabamento e não há qualquer mudança nas dimensões do carro incluindo o porta malas pequeno de 320 litros, entre-eixos de 2,57m mas com a cabine espaçosa devido à altura do crossover.

RENEGADE DIESEL USADO VALE A PENA? Preço das peças, troca de óleo, diferenças e consumo. Veja o vídeo!

Também na linha da simplicidade ele traz ganchos de reboque mas abre mão até mesmo de luzes diurnas em LED. Todo o conjunto luminoso é halógeno. Por dentro, a multimídia usa sistema Uconnect de 7 polegadas e não a nova tela de 8,4 polegadas já com espelhamento sem fio. Há também câmera de ré para facilitar as manobras e sensor de estacionamento.

Torque e tração na medida

O lado bom da história, além do motor diesel, é o conjunto. O câmbio de nove marchas trabalha bem com o motor rendendo suavidade nas trocas e exploração de toda a potência dos 170cv. Mesmo com motor turbodiesel só se nota o ruído característico do lado de fora. 

Câmbio de nove marchas trabalha bem com o motor

Câmbio de nove marchas trabalha bem com o motor

Marcos Camargo Jr

Rodamos com o Renegade Moab na cidade, mas principalmente em longos trechos de terra pelo interior paulista. Com o seletor de tração, a opção do 4X4 com marcha reduzida permite controle do carro na lama e em declives com muita segurança. Na pista de terra seca, a suspensão se mostra precisa mas poderia ter um pouco mais de curso (as rodas e pneus são aro 17) mas é um mero detalhe. O seletor de condução permite ainda explorar os modos como areia e pedra mantendo a suspensão rígida e maior controle em terrenos de baixa aderência. 

Vale a pena o Renegade Limited 2020 ? - Preço, PcD e detalhes. Veja o vídeo!

Após o teste na lama e em longas estradas de terra, enfrentamos uma chuva forte na estrada onde a tração 4X4 também se mostra útil no quesito segurança e novamente o Moab se saiu muito bem. Para quem busca a força do bom torque neste motor e consumo reduzido (11km por litro na cidade e 16 na estrada) o Renegade Moab é uma boa opção praticamente sem concorrentes com esta motorização em sua faixa de preço.

Modelo faz 11km por litro na cidade e 16 na estrada

Modelo faz 11km por litro na cidade e 16 na estrada

Marcos Camargo Jr

Faixa de preço

Com seu preço é possível comprar um SUV médio de entrada como o Chevrolet Equinox 1.5 turbo ou uma versão Longitude do Compass com motor 2.0 aspirado. 

Ágil, com tração 4X4 e 170cv, o Renegade tem desempenho incomparável com a versão flex

Ágil, com tração 4X4 e 170cv, o Renegade tem desempenho incomparável com a versão flex

FCA Divulgação

Já em sua classe ele fica cerca de R$ 15 mil acima das versões topo de linha dos crossovers compactos como o Chevrolet Tracker Premier 1.2 turbo (R$ 121 mil), Volkswagen T-Cross Highline 1.4 (R$ 124,9 mil), Honda HR-V 1.8 (R$ 123 mil), Hyundai Creta 2.0 Prestige (R$ 108 mil), Peugeot 2008 1.6 THP Griffe (R$ 105 mil), Citroën C4 Cactus 1.6 THP (R$ 115 mil) e Nissan Kicks SL 1.6 (R$ 109 mil)

Últimas