Autos Carros Emplacamento de veículos cresceu 8,26% em março mas vendas caíram em relação a 2020

Emplacamento de veículos cresceu 8,26% em março mas vendas caíram em relação a 2020

Contudo no acumulado dos três primeiros meses do ano houve queda de 6,55% que já refletem os impactos da pandemia no setor automotivo

Resumindo a Notícia

  • Mês passado teve 269.944 unidades comercializadas
  • Março de 2021 foi melhor do que fevereiro deste ano
  • Nos três primeiros meses foram vendidos 786.083 unidades
  • COVID-19 é um fator determinante para os números ruins
Mês passado teve 269.944 unidades comercializadas

Mês passado teve 269.944 unidades comercializadas

Internet/Reprodução

O mês passado registrou crescimento de 8,26% nas vendas de veículos, ante março de 2020, quando teve início da pandemia do COVID-19 no Brasil. Apesar disso, os três primeiros meses do ano tiveram queda de 6,55% nos emplacamentos, sobre o mesmo período do ano passado. Os dados são da Fenabrave. Os dados já mostram os impactos negativos da crise de fornecimento de peças que prejudicam o desempenho da indústria nacional.

NOVO COMPASS 1.3 turbo série especial 80 anos! Pré venda, preço e lançamento por R$ 162,9 mil. Veja o vídeo!

Ao todo, o mês passado teve 269.944 unidades comercializadas, contra 249.357 unidades licenciadas em março de 2020. O março de 2021 foi melhor do que fevereiro deste ano, que teve 242.066 unidades negociadas. Com isso, representa alta de 11,52%.

NOVA RANGER BLACK CUSTA R$ 70 mil a menos que a LIMITED: mas vale a pena? Veja o review e avaliação! Veja o vídeo!

Em relação aos três primeiros meses do ano, foram vendidas 786.083 unidades, ante 841.173 unidades de janeiro, fevereiro e março de 2020. Com estes dados, a entidade divulgou que março passado está na 15º posição e o acumulado do trimestre está na 14º, no ranking histórico de vendas criado desde 1957.

Fator COVID-19
Segundo a Fenabrave a pandemia de COVID-19 é um fator determinante para os números ruins. Por conta disso, há paralisação de fábricas por falta de componentes, além do lockdown. Com isso, os estoques que eram volumosos, atualmente não existem nem nas concessionárias e nem nos pátios das empresas, o que prejudica a oferta de veículos.

Veja mais novidades, vídeos e fotos no Instagram @AutosTV_NOINSTA

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas