Autos Carros GM venderá somente carros elétricos a partir de 2035

GM venderá somente carros elétricos a partir de 2035

Estratégia global marca data limite para fim de carros a gasolina no mundo inteiro

A GM anunciou hoje (28), em Detroit, EUA, que a partir de 2035 todos os modelos do grupo, incluindo a Chevrolet

A GM anunciou hoje (28), em Detroit, EUA, que a partir de 2035 todos os modelos do grupo, incluindo a Chevrolet

Divulgação/GM


Quando ouvir a expressão “o futuro está cada vez mais próximo”, acredite. A GM anunciou hoje (28), em Detroit, EUA, que a partir de 2035 todos os modelos do grupo, incluindo a Chevrolet, serão elétricos. A decisão faz parte do plano do grupo de zerar as emissões de carbono até 2040  no mundo.

A meta ambiciosa da GM ainda conta com que 40% dos carros da marca comercializados nos EUA sejam elétricos até o final de 2025. Além de investir (o valor não foi divulgado) em suas plantas americanas para que a energia seja totalmente renovável até 2030 e em outros países até 2035.

Nos últimos dias a GM já havia divulgado sobre as baterias modulares Ultium (importante passo para este anúncio feito hoje)

Nos últimos dias a GM já havia divulgado sobre as baterias modulares Ultium (importante passo para este anúncio feito hoje)

Divulgação/GM

Nos últimos dias a GM já havia divulgado sobre as baterias modulares Ultium (importante passo para este anúncio feito hoje) tecnologia criada pela marca para alterar a forma em que são montadas, abrindo a opção da instalação também ser feita verticalmente. Com isso, podem ser utilizadas em modelos compactos e até mesmo em picapes.

"Com este extraordinário passo à frente, a GM está deixando claro que tomar medidas para eliminar a poluição de todos os veículos leves novos até 2035 é um elemento essencial do plano de negócios de qualquer fabricante de automóveis", disse Fred Krupp, presidente do Fundo de Defesa Ambiental (EDF).

A Cadillac será a primeira do grupo a eletrificar seus carros

A Cadillac será a primeira do grupo a eletrificar seus carros

Divulgação

“A General Motors está se juntando a governos e empresas em todo o mundo e trabalhando para estabelecer um mundo mais seguro, mais verde e melhor ”, disse Mary Barra, presidente e CEO da GM. O executivo ainda finalizou convidando outras montadoras a tomarem essa decisão. “Nós encorajamos outros a seguir o exemplo e causar um impacto significativo em nossa indústria e na economia como um todo.”

No Brasil a GM tem apenas o Bolt como opção elétrica. O hatch é vendido por R$ 260.790.

Últimas