Autos Carros Hyundai suspende produção em Piracicaba até dia 15 de julho

Hyundai suspende produção em Piracicaba até dia 15 de julho

Empresa já trabalhava em turno reduzido por causa da falta de semicondutores

Resumindo a Notícia

  • Marca produz os modelos HB20, HB20S, HB20X e Creta no complexo industrial
  • Empresa já operava em turno único desde o mês passado
  • Crise global de falta de semicondutores não afeta apenas a Hyundai, mas também outras empresas
  • Falta de componentes eletrônicos ainda não tem uma solução a curto prazo
Empresa já operava em turno único desde o dia 17 de junho

Empresa já operava em turno único desde o dia 17 de junho

Hyundai/Reprodução

A Hyundai bem que tentou resistir a falta de semicondutores ao trabalhar em turno único, mas essa atitude não foi suficiente para driblar a crise global de componentes eletrônicos em meio a uma recuperação quase completa da demanda por automóveis novos no país. Por isso, a montadora teve que paralisar completamente a linha de produção em Piracicaba, no interior paulista, até o dia 15 de julho.

NOVO CRETA SMART PLUS 2021: review, avaliação, preço de revisões e detalhes. Veja o vídeo!

Para entender o caso, a empresa já operava em turno único desde o dia 17 de junho, mas na semana passada havia comunicado que o segundo e terceiro turnos só deveriam voltar no dia 11 de julho, o que não aconteceu. Por isso, tanto a produção quanto as vendas dos modelos HB20, HB20S, HB20X e Creta serão prejudicadas, uma vez que estes carros são produzidos na unidade fabril paralisada.

HB20X 2021 1.6 é um SOBREVIVENTE dos hatches aventureiros! É melhor que Stepway e Argo Trekking? Veja o vídeo!

Essa crise global de falta de semicondutores não afeta apenas a Hyundai, mas também outras empresas como a GM que está sem produzir o Onix desde abril e teve a linha de montagem do Tracker seriamente prejudicada. Já a Volkswagen anunciou a paralisação das atividades por 20 dias na unidade de Taubaté, em São Paulo, comprometendo assim as entregas dos modelos Gol, Voyage e, também, prejudicando o planejamento de produção do novo Polo Track que será lançado neste ano. Montadoras como Renault, Fiat e Honda também tiveram que interromper temporariamente sua produção por aqui.

HB20 1.0 Sense 2022 O QUE MUDOU? Ficou mais seguro? REVIEW DA VERSÃO DE ENTRADA do pé de boi Hyundai. Veja o vídeo!

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – Anfavea - essa crise global ainda não tem uma solução a curto prazo, o que deve causar mais pausas nas linhas de montagem por aqui até o final do ano. A Entidade ainda destacou que a capacidade das empresas produtoras de componentes eletrônicos deste porte ainda não cobrem a demanda automotiva deste ano. Por isso, a normalização no fornecimento destes insumos deve acontecer apenas no próximo ano. Além disso, a falta dos chips tem causado perdas entre 3 e 5% na produção global dos automóveis.

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas