Scooter Honda Vision é registrada no Brasil

Modelo vem equipada com motor de 8,7 cv e tem consumo médio de 52,6 km/l

Resumindo a Notícia

  • Modelo tem transmissão do tipo CVT
  • Moto conta com rodas de 16 polegadas na dianteira e de 14 polegadas na traseira
  • Motocicleta vem equipada com disco de freio dianteiro
  • Novidade tem espaço sob o banco e tomada de 12V
Moto vem equipada com trem de força monocilíndrico de 109 cm³, que é arrefecido a ar e tem injeção eletrônica e comando de válvulas simples no cabeçote

Moto vem equipada com trem de força monocilíndrico de 109 cm³, que é arrefecido a ar e tem injeção eletrônica e comando de válvulas simples no cabeçote

INPI/Reprodução

A Honda registrou a Vision 110 no Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI no Brasil. Caso a motocicleta seja comercializada por aqui deve ser equipada com motor de 8,7 cv e transmissão automática do tipo CVT. Além disso, essa scooter, que já é vendida no mercado europeu, tem consumo médio de 52,6 km/h, um dos melhores do segmento.

HONDA ADV NA TERRA! Scooter faz off-road? Rodei 1.000km com a novidade: preço, consumo e desempenho. Veja o vídeo!

O modelo conta com rodas de 16 polegadas na dianteira e de 14 polegadas na traseira. Também vem equipada com disco de freio dianteiro, freio com acionamento combinado, chave presencial, espaço sob o banco e tomada de 12V.

Modelo conta com rodas de 14 polegadas na traseira

Modelo conta com rodas de 14 polegadas na traseira

INPI/Reprodução

Em relação à motorização, a Vision 110 vem equipada com trem de força monocilíndrico de 109 cm³, que é arrefecido a ar e tem injeção eletrônica e comando de válvulas simples no cabeçote. A potência é de 8,7 cv a 7.500 rpm e o torque máximo é de 0,9 kgfm a 5.750 rpm. A transmissão é automática do tipo CVT. O peso da motocicleta é de 100 kg.

Marca não se manifestou sobre se irá lançá-lo por aqui

Marca não se manifestou sobre se irá lançá-lo por aqui

INPI/Reprodução

Apesar de ter registrado a motocicleta no país, a marca não se manifestou sobre se irá lançá-lo por aqui.

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas