Autos Carros Voltswagen? Era "primeiro de abril": veja polêmica criada pela marca

Voltswagen? Era "primeiro de abril": veja polêmica criada pela marca

VW chegou a divulgar nas próprias redes sociais uma mudança de nome para a divisão de carros elétricos mas desmentiu as informações 

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr

Resumindo a Notícia

  • Voltswagen seria o nome dado para a divisão de modelos elétricos nos EUA
  • Campanha mal sucedida foi divulgada no mundo inteiro e gerou críticas
  • Veja outras crises da Volkswagen ao longo das últimas décadas
  • Campanha foi repercutida pela imprensa automotiva no mundo inteiro
Volkswagen mudaria de nome criando uma divisão de carros elétricos no mundo mas a ideia era fake news

Volkswagen mudaria de nome criando uma divisão de carros elétricos no mundo mas a ideia era fake news

Volkswagen Divulgação

A Volkswagen pegou o mundo automotivo de surpresa ao anunciar, ontem (30/03) a suposta troca de nome nos EUA, passando a se chamar Voltswagen. Nas redes sociais oficiais da marca, o novo logo seguido de uma identidade visual alterada, continha o nome validado pelos próprios executivos da montadora.

No entanto, no fim do dia, a própria Volkswagen se manifestou e desmentiu dizendo que a ideia era apenas uma campanha de marketing. O The Wall Street Journal publicou uma notícia onde uma fonte da marca afirmou que a ideia era 'apenas uma brincadeira de primeiro de abril".

Marca prevê nove veículos elétricos na gama de produtos até de 2025

Marca prevê nove veículos elétricos na gama de produtos até de 2025

Reprodução Internet

 "Podemos estar trocando nosso K por um T, mas o que não estamos mudando é o compromisso desta marca em fazer os melhores veículos para motoristas e pessoas em todos os lugares", chegou a dizer Scott Keogh, presidente e CEO da Voltswagen da América em um anúncio oficial. A partir deste comunicado, inúmeros veículos de comunicação, inclusive o R7, deram a notícia que no final do dia foi desmentida.

Volkswagen Divulgação

O anúncio era crível dado o plano ousado de eletrificação da marca Volkswagen em escala global o que inclui o Brasil. A marca prepara uma série de lançamentos de carros elétricos para este ano nos EUA o que fortaleceu a veracidade da informação. O primeiro da lista é o SUV ID.4 que chega às concessionárias no início de abril na terra do Tio Sam. O novo modelo tem potência equivalente a 204cv e 31,6kgfm de torque e vai de 0 a 100km/h em 8,5 segundos. Já o carregamento rápido pode ser realizado em 38 minutos (5% a 80%).

Até o momento a Voltswagen tem em sua linha o ID.3 que em 2020 teve mais de 56,3 mil unidades vendidas nos EUA. A ideia podia ter sido bem sucedida e do ponto de vista da ampla divulgação alcançou êxito.

Mais de 350 mil veículos em pátio da Volkswagen após divulgação do escândalo do Dieselgate

Mais de 350 mil veículos em pátio da Volkswagen após divulgação do escândalo do Dieselgate

Consumer Rights

No entanto, para uma marca que tem no histórico problemas como a manipulação de números de emissões de poluentes, o que desencadeou no escândalo do Dieselgate a gigante alemã poderia ter evitado uma divulgação falsa. Até mesmo no Brasil os consumidores não esquecem de outros anúncios que não se concretizaram.

Anúncio publicitário da época dizia que a Vemag ganharia força após aquisição pela Volkswagen

Anúncio publicitário da época dizia que a Vemag ganharia força após aquisição pela Volkswagen

Reprodução internet

Em 1967 a marca adquiriu a antiga Vemag (fabricante da marca DKW) e disse que continuaria a fabricar os modelos Belcar e Vemaguet tirando-os de linha no ano seguinte. Em 1980 a subsidiária brasileira adquiriu a Chrysler do Brasil e afirmou que não deixaria de fabricar a linha Dodge que foi descontinuada em 1981.

Anúncio de 1980 prometia que a Volkswagen continuaria a fabricar os modelos Chrysler que saíram de linha em 1981

Anúncio de 1980 prometia que a Volkswagen continuaria a fabricar os modelos Chrysler que saíram de linha em 1981

Propagandas de carros - reprodução

A empresa alemã usava as instalações da Chrysler para fabricar caminhões, e o fez até 1984. Nas duas ocasiões, a marca chegou a anunciar publicamente que não tiraria as marcas adquiridas (DKW e Dodge) de linha.

Acordo climático de Paris foi um dos fatores que fez com que a montadora trocasse seu nome

Acordo climático de Paris foi um dos fatores que fez com que a montadora trocasse seu nome

Volkswagen Divulgação

Na Alemanha a Volkswagen desmentiu a iniciativa dos norteamericanos: "A Volkswagen da América não mudará seu nome para Voltswagen. A renomeação foi projetada para ser um anúncio no espírito do Dia da Mentira, destacando o lançamento do SUV elétrico ID.4, sinalizando nosso compromisso de levar mobilidade elétrica a todos", disse a montadora no final do dia 30 de março.

Brasil ainda não tem data precisa de lançamento dos modelos elétricos mas a promessa é de duas novidades até 2022

Brasil ainda não tem data precisa de lançamento dos modelos elétricos mas a promessa é de duas novidades até 2022

Reprodução Internet

*com a colaboração de Guilherme Magna

Últimas