Blog do Nolasco Bolsonaro vai recriar Ministério do Trabalho e da Previdência

Bolsonaro vai recriar Ministério do Trabalho e da Previdência

Pasta havia sido fundida à Economia quando o presidente assumiu o poder em 2019. Onyx Lorenzoni será o titular

Onyx Lorenzoni deixará a Secretaria-Geral da Presidência para assumir novo ministério

Onyx Lorenzoni deixará a Secretaria-Geral da Presidência para assumir novo ministério

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 29.03.2021-

O presidente Jair Bolsonaro decidiu recriar o ministério do Trabalho e da Previdência, áreas que haviam sido fundidas na pasta da Economia quando ele assumiu o poder em janeiro de 2019. Onyx Lorenzoni ocupará o cargo de titular da nova pasta, que será transformada em um único ministério, ainda sem nome definido.

Onyx sairá da Secretaria-Geral da Presidência para dar lugar ao general Luiz Eduardo Ramos, que deixará a Casa Civil, principal ministério do governo.

Na dança das cadeiras, sinalizada por Bolsonaro na manhã desta quarta-feira (21) durante transmissão nas redes sociais, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), deve assumir a chefia da Casa Civil.

Entenda

A "superpasta" de Guedes, foi criada no início do Governo com a fusão dos Ministérios da Fazenda, Planejamento, do Trabalho e Previdência e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Há algum tempo, muita gente no governo e, principalmente, aliados no Senado Federal têm aconselhado o presidente a dividir o "superministério".

Esses aliados defendem que a pasta de Guedes "está muito grande" e que é necessária uma nova divisão. 

Dança das cadeiras

Também hoje, Bolsonaro sinalizou a nomeação do senador Ciro Nogueira, que preside o Progressistas, para a Casa Civil, o principal ministério do governo. Ele entraria no lugar do atual titular da pasta, general Luiz Eduardo Ramos, que deve ser deslocado para a Secretaria-Geral da Presidência da República, ocupada justamente por Onyx Lorenzoni.

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais na manhã desta quarta-feira (21), o presidente comentou sobre a possível troca de ministros. "Estamos trabalhando uma mudança ministerial, provavelmente na segunda-feira", afirmou o chefe do executivo federal.

Ciro Nogueira, um dos expoentes da ala do centrão, é advogado e está no segundo mandato pelo Piauí. Membrostitular da CPI da Covid, ele tem buscado minimizar as denúncias de corrupção em contratos por compras de vacina pelo Ministério da Saúde.

Se o movimento for confirmado, a ala política chegará ao coração do governo, e os militares, bem como a chamada ala ideológica, perderão força em um momento de crise vivida pelo Palácio do Planalto com as investigações da CPI da Covid e consequente queda na popularidade do presidente da República.

Últimas