Blog do Nolasco Comando do exército diz que falta serenidade ao STF e a Bolsonaro

Comando do exército diz que falta serenidade ao STF e a Bolsonaro

Presidente da República tem batido de frente com o ministro Luís Barroso, que comanda o Tribunal Superior Eleitoral

Bolsonaro e Barroso: tensão entre poderes

Bolsonaro e Barroso: tensão entre poderes

Montagem/Reuters/STF

A tensão crescente entre o presidente Bolsonaro e os ministros do Superior Tribunal Federal é foco de atenção de várias autoridades e também do Exército brasileiro.

O blog conversou com uma fonte no alto comando e a sensação é que nessa disputa "falta serenidade a ambas as partes".

Nos últimos dias aconteceram ataques do presidente ao sistema eleitoral brasileiro. Bolsonaro quer que as eleições de 2022 tenham voto impresso, o que, segundo ele, seria uma garantia contra fraudes nas urnas eletrônicas. Para o presidente, as eleições presidenciais de 2014 e 2018 não foram transparentes. 

O ministro Luís Barroso, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral, que é o principal alvo de Bolsonaro, já respondeu algumas vezes o chefe do executivo, afirmando que até hoje não houve nenhuma fraude nas eleições feitas com urnas eletrônicas e que não há possibilidade de elas serem hackeadas, uma vez que não são conectadas à internet.

Nesta quinta-feira (5), Luiz Fux, presidente do STF, reagiu aos ataques de Bolsonaro e desmarcou uma reunião que aconteceria entre os líderes dos três poderes.

Últimas