Blog do Nolasco Copa América: quatro capitais estão na mira para sediar jogos no Brasil

Copa América: quatro capitais estão na mira para sediar jogos no Brasil

Se liberado no País, torneiro deve ser disputado em Brasília (DF), Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP)

  • Blog do Nolasco | Thiago Nolasco

Mané Garrincha está na lista para receber jogos

Mané Garrincha está na lista para receber jogos

Agência Brasil

Brasília (DF), Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) devem ser as cidades que vão sediar a Copa América, se caso confirmada, no Brasil. No momento, o governo espera por uma definição da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Havia o interesse de levar uma sede do torneio para o Nordeste. Porém, a recusa prévia de estados como Bahia e Pernambuco fez com que essa alternativa fosse descartada. Outra possibilidade seria a realização de jogos em Porto Alegre (RS), o que também já foi desconsiderado.

A manifestação prévia de estados contrários ao evento deixou integrantes do governo indignados. Afinal, há o entendimento que jogos de futebol estão sendo realizados em todo o país.

Mais cedo, o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse, após reunião no Palácio do Planalto, que o torneio só será liberado na condição de não receber público, reunir apenas 10 times e com 65 pessoas de cada delegação vacinadas.

A sedes serão de responsabilidade da CBF e os estados serão consultados se concordam ou não em receber os jogos. Segundo o ministro, a demanda sobre a realização do torneio foi feita pela CBF, via Conmenbol.

"É importante destacar que não terá público e todos os envolvidos estarão vacinado", afirma Ramos. O Campeonato Brasileiro, que envolve 20 times na série A e 20 da série B, está acontecendo no Brasil. O anúncio foi muito criticado por governadores, mas estamos no meio do processo. Estamos verificando detalhes e amanhã teremos posição final", conclui o ministro.

A Conmebol, que organiza o campeonato, escolheu o Brasil para sediar o evento após a desistência de outros países por causa da pandemia de coronavírus.

A competição, que inicialmente seria disputada em Colômbia e Argentina, e depois apenas na Argentina, chegou a ser cancelada por causa da pandemia de covid-19.

Últimas