Deputado Eduardo Bolsonaro está com Covid-19

Informação foi confirmada pelo parlamentar, que viajou aos EUA com o presidente Bolsonaro para a Assembleia-Geral da ONU

  • Blog do Nolasco | Thiago Nolasco e Kelly Almeida

audima
Deputado disse que está bem e fazendo o tratamento. Ele já tomou a primeira dose da vacina
Ueslei Marcelino

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) está com Covid-19. O filho do presidente Jair Bolsonaro confirmou a informação ao R7 e disse que está sem paladar e com coriza. Eduardo tomou a primeira dose da vacina contra a doença em 26 agosto e a segunda dose está prevista para novembro. De acordo com o parlamentar, ele está bem e já iniciou os cuidados.

Eduardo Bolsonaro informou que fez o teste na quinta-feira (23) e o resultado saiu nesta sexta. Segundo ele, esta é a primeira infecção de Covid-19 diagnosticada nele. "Na live de ontem, JB (Jair Bolsonaro) disse que duas pessoas, que são conhecidas da população, testaram positivo. Certamente, eu sou uma delas. A outra não sei quem é", disse o deputado.

Eduardo esteve nos Estados Unidos com o pai, Jair Bolsonaro, e a comitiva brasileira que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), realizada em Nova York. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com o novo coronavírus ainda nos Estados Unidos e não voltou para o Brasil. Ele cumpre quarentena em Nova York.

A confirmação do diagnóstico positivo do ministro da Saúde fez a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar o isolamento dos integrantes da comitiva brasileira. O ofício da Anvisa foi encaminhado na madrugada de quarta-feira (22) à Casa Civil da Presidência da República. A agência pediu que os membros da comitiva permaneçam isolados por 14 dias, conforme preconiza o “Guia de Vigilância Epidemiológica para Covid-19”, publicado pelo Ministério da Saúde.

O presidente Jair Bolsonaro e a comitiva brasileira desembarcaram em Brasília na manhã de quarta-feira (22). Do Aeroporto de Brasília, o presidente foi para o Palácio da Alvorada, onde segue cumprindo isolamento.

Publicidade

Ministros infectados
Nesta sexta-feira, dois ministros do governo também tiveram diagnóstico positivo para Covid-19. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina, confirmou a infecção pelas redes sociais. Ela disse que cancelou os compromissos presenciais e ficará em isolamento durante o período recomendado pela equipe médica.

O advogado-geral da União, Bruno Bianco, também está infectado com o novo coronavírus. Bianco recebeu o primeiro resultado positivo e fez uma contraprova para confirmar a infecção. O AGU participou presencialmente, nesta quinta-feira (23), da posse do procurador-geral da República, Augusto Aras, para o segundo mandato à frente do Ministério Público Federal (MPF). Na cerimônia, os dois se cumprimentaram com as mãos. Aras estava sem máscara.

Ir para versão mobile