Blog do Nolasco Em sua defesa, Pazuello diz que não participou de ato político

Em sua defesa, Pazuello diz que não participou de ato político

Ex-ministro da Saúde pode ser punido pelo Exército por participar de evento junto do presidente Bolsonaro

Pazuello em evento no Rio de Janeiro, no último domingo (23), ao lado de Jair Bolsonaro

Pazuello em evento no Rio de Janeiro, no último domingo (23), ao lado de Jair Bolsonaro

Antonio Lacerda/EFE - 23.05.2021

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, entregou sua defesa ao exército nesta quinta (27) e diz nela que não participou de ato político com o presidente Bolsonaro no último domingo (23), no Rio de Janeiro. Ele também afirma que usou máscara.

Pazuello diz, em sua defesa, que o evento realizado no último domingo não tinha cunho político. Além disso, o ex-ministro alega que tirou a máscara apenas no momento em que subiu ao palanque para falar e que, depois disso, voltou a usar a proteção.

O exército estuda uma punição a Pazuello, que é general da ativa e por isso não poderia ter participado do evento junto ao presidente. 

Apesar da alegação de Pazuello, ele é visto no palanque, ao lado de Bolsonaro, falando ao microfone para as pessoas que lá estavam. Também é possível ver que o ex-ministro não usava máscara neste momento.

Últimas