STF

Blog do Nolasco Indicação de Mendonça ao STF tem rejeição em parte do Senado

Indicação de Mendonça ao STF tem rejeição em parte do Senado

Davi Alcolumbre, presidente da CCJ que analisa o candidato, já tentou convencer Bolsonaro a indicar outro nome

André Mendonça terá de passar por alguns obstáculos para conseguir a vaga no STF

André Mendonça terá de passar por alguns obstáculos para conseguir a vaga no STF

Marcos Corrêa/PR - 06.04.2021

André Mendonça, Advogado-Geral da União, será o indicado de Bolsonaro ao STF para ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello, que vai se aposentar. Mas seu nome sofre rejeição em parte do Senado e especialmente junto a Davi Alcolumbre, que é presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) que vai analisar primeiro a indicação do presidente.

Alcolumbre foi um dos senadores que tentaram convencer o presidente a indicar outro nome para a vaga no STF. Fontes disseram ao blog que o presidente já até conversou com Alcolumbre sobre o assunto, tentando chegar a um acordo.

Nas tratavitavas, Mendonça também conversou com Alcolumbre por telefone há algumas semanas. Mas o candidato à indicação ainda não foi recebido pessoalmente pelo ex-presidente do Senado. Essa situação pode mudar em breve e pode ser que haja uma reunião entre os dois.

Como é presidente da CCJ que analisa a indicação de Bolsonaro, Davi Alcolumbre é peça importante nesta questão que interessa muito a Bolsonaro.

Além de passar por Alcolumbre, Mendonça terá ainda de se submeter ao crivo do plenário do Senado, que é quem dá a decisão final. O candidato precisa de metade mais um dos votos dos parlamentares presentes na votação. O blog também apurou que André Mendonça pretende conversar com todos os Senadores, inclusive os de oposição.

Últimas