Inflação

Blog do Nolasco Reajuste dos servidores públicos federais pode sair em 2022

Reajuste dos servidores públicos federais pode sair em 2022

Bolsonaro havia prometido aumento para policiais federais e agentes prisionais; outras categorias também pressionam

Palácio do Planalto avalia conceder reajuste a todos os servidores ainda em 2022

Palácio do Planalto avalia conceder reajuste a todos os servidores ainda em 2022

Daniel Dan/Pexels - Arquivo

O governo federal avalia conceder reajuste salarial a todos os servidores públicos ainda em 2022. A informação foi confirmada ao Blog do Nolasco por uma fonte que acompanha as negociações. Uma das sugestões analisadas é fazer isso por meio do reajuste do vale-alimentação, já que esse é um recurso não tributável e pago apenas aos servidores da ativa.

Estão sendo feitas avaliações para que o vale-alimentação, hoje na faixa de R$ 400 por servidor público, tenha um acréscimo de outros R$ 400. Para os servidores que ganham até R$ 5.000, esse valor representaria um reajuste de 8%. Essa pode ser a alternativa adotada pelo Palácio do Planalto para dar um aumento salarial à maioria dos servidores do Executivo federal.

Policiais federais e agentes prisionais, que tinham a previsão de reajuste no Orçamento — R$ 1,7 bilhão chegaram a ser reservados para o aumento —, negociam com outras categorias, como Receita Federal e servidores do Banco Central e da Advocacia-Geral da União, a divisão dos recursos disponíveis.

Não foi descartada também a possibilidade de um reajuste menor, mas para todas as categorias. Estudos estimam que seriam necessários de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões para conceder um aumento de 5% a todos os servidores do Executivo federal a partir de julho deste ano. Em 2023, o custo adicional seria de R$ 12 bilhões.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas