STF

Blog do Nolasco STF não tem previsão de levar caso da prisão de Jefferson a plenário

STF não tem previsão de levar caso da prisão de Jefferson a plenário

Ex-deputado foi preso após decisão do ministro Alexandre de Moraes, no inquérito da atuação de organização criminosa digital 

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, que foi preso no Rio de Janeiro

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, que foi preso no Rio de Janeiro

Valter Campanato/Agência Brasil - 07.06.2017

O STF (Supremo Tribunal Federal) não tem previsão de levar à plenário o caso da prisão do ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jeferson. A medida geralmente é para políticos com mandato, cujas decisões são referendadas por todos os ministros da corte em reunião do colegiado. 

Jefferson foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (13), no Rio de Janeiro. A ordem de prisão preventiva partiu do ministro do STF Alexandre de Moraes, que determinou também o cumprimento de busca e apreensão contra o presidente do PTB.

Na decisão, o ministro listou indícios de mais de dez crimes no desdobramento das investigações sobre a atuação de organização criminosa digital voltada a ataques contra a democracia.

A decisão monocrática de Alexandre de Moraes teve aval de todos os ministros da corte e não houve nenhuma crise interna, segundo fontes ouvidas pela coluna. 

Últimas