Christina Lemos CPI da Covid:  “chance de Renan ser vice de Lula é zero”

CPI da Covid:  “chance de Renan ser vice de Lula é zero”

Hipótese é vista como esforço adversário para desacreditar trabalho do relator. Calheiros monta equipe de analistas e buscará relatório calcado em documentos, diz auxiliar

O senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI: equipe técnica de analistas para dar corpo ao relatório. 
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI: equipe técnica de analistas para dar corpo ao relatório. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A idéia de que o senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI da Covid, deseja pavimentar o caminho político para ser vice do ex-presidente Lula numa eventual chapa para disputar as próximas eleições presidenciais  de 2022 foi repelida na manhã desta segunda-feira por interlocutor direto do parlamentar. “Uma piada! Chance zero!”- declara o auxiliar. A tese é vista como forma de desacreditar a atuação do senador, eleito pela maioria da CPI para a tarefa central da apuração, que é relatar o inquérito.

“Um relator é chancelado por um colegiado de 11 pessoas. Passa a ser o relator da apuração e não de uma corrente política”, declara este interlocutor. “As preferências pessoais do senador e as idéias dele sobre o presidente Bolsonaro são públicas. Mas o relatório terá de reproduzir o que sair comprovado da investigação”.

Para dar corpo às análises de documentos e dados técnicos, Calheiros está montando uma equipe, que pretende contar com especialistas experientes no tema. Está confirmada a participação da auditora do Tribunal de Contas da União, Deane d’Abadia Morais, integrante da equipe de auditores de Controle Externo do Tribunal, e que lida diretamente com a área de Saúde.

Últimas