Christina Lemos Desmonte anunciado: área técnica avisou a Guedes que renunciaria

Desmonte anunciado: área técnica avisou a Guedes que renunciaria

Queda de dois homens-chave de Paulo Guedes indica guinada definitiva na política econômica

Bruno Funchal foi um dos assessores de Guedes que pediram demissão nesta quinta

Bruno Funchal foi um dos assessores de Guedes que pediram demissão nesta quinta

Edu Andrade/Ministério da Economia

Os pedidos de demissão de Bruno Funchal, secretário do Tesouro e Orçamento, e o de Jeferson Bittencourt, secretário do Tesouro Nacional – dois dos principais nomes da equipe econômica –, ocorrem após o time de Paulo Guedes deixar claro na segunda-feira que deixaria seus cargos caso a opção do governo fosse romper o teto de gastos públicos. Conforme o blog publicou, o time considerou que a precipitação no anúncio do novo Auxílio Brasil sinalizava para o “fim da linha” no controle de gastos.

As baixas caracterizam um desmonte no núcleo central da equipe econômica e isolam ainda mais o ministro Paulo Guedes, fragilizado pela defesa de posições conflitantes com a área política do governo e pela revelação de conta em paraíso fiscal.

.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas