Novo Coronavírus

Christina Lemos MP vai garantir divisão 'igualitária' das vacinas, diz Pazuello a Caiado

MP vai garantir divisão 'igualitária' das vacinas, diz Pazuello a Caiado

Ministro da Saúde falou em encontro com governador de Goiás que todo imunizante, importado ou produzido no país, será requisitado pela pasta

Pazuello quer o governo no controle de vacinação

Pazuello quer o governo no controle de vacinação

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 26.11.2020

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta sexta-feira (11), num encontro com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que será adotada uma Medida Provisória para tratar da "distribuição igualitária das vacinas" em todo país.

"Toda e qualquer vacina que for produzida ou importada será requisitada pelo Ministério da Saúde", disse o ministro, de acordo com postagem do governador de Goiás no Twitter.

Neste encontro em Goiânia, Pazuello disse ainda, segundo Caiado, que fechou a compra de 70 milhões de vacinas da Pfizer e, em janeiro, serão 500 mil doses para começar a vacinação dos grupos de risco nos Estados.

"Ministro Pazuello anunciou também aqui em Goiânia que fechou a compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer. Em Janeiro já serão 500 mil doses para começar a vacinação do grupo de risco em todos os estados. Disse que “nenhum goiano, nenhum brasileiro será deixado para trás", destacou o governador goiano, aliado do governo federal.

Estados podem vacinar?

A questão gera um impasse. O Supremo determinou que os Estados têm autonomia no controle da distribuição das vacinas e, portanto, essa Medida Provisória pode ser contestada judicialmente.

Tanto Caiado como Pazuello sustentam que as regras da vacinação são da alçada do governo federal. Uma briga que começa a esquentar e promete temperatura alta nos próximos capítulos.

Instituto Butantan começa a fabricar doses da CoronaVac. Assista abaixo:

Últimas