Christina Lemos Onyx convoca senadores da CPI para “alinhamento” sobre Covaxin

Onyx convoca senadores da CPI para “alinhamento” sobre Covaxin

Planalto vive pior momento desde o início da investigação. Governistas querem mais dados sobre operação que gera suspeita

O ministro Onyx Lorenzoni, designado pelo presidente Bolsonaro para assumir a articulação com aliados governistas na CPI, convocou esta manhã os senadores da comissão de inquérito que assumiram a defesa do Planalto, Marcos Rogério (DEM-RO), Jorginho Mello (PL-SC), Ciro Nogueira (PP-PI) e Luiz Carlos Heinze (PP-RS). A conversa foi pedida para um “alinhamento” de discurso quanto às suspeitas apuradas pela CPI, relativas à compra da vacina indiana Covaxin.

O blog apurou que o governo avalia enfrentar o momento de maior fragilidade política desde o início da apuração parlamentar, porque afeta o principal trunfo do presidente Bolsonaro: o blindagem de seu governo à corrupção.

Onyx: articulação para defender o governo na CPI em momento de maior fragilidade

Onyx: articulação para defender o governo na CPI em momento de maior fragilidade

Marcos Corrêa/PR - 09.06.2020

A ordem é municiar os senadores dos dados técnicos da operação, coletados junto à equipe do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. As negociações para compra de vacinas contra a Covid-19 eram atribuição do então secretário-executivo, Élcio Franco, que elaborou um relatório com o passo-a-passo das tratativas para abastecer o Planalto e aliados.

O ex-secretário sustenta que não houve irregularidade nas negociações e que o governo federal não chegou a comprar as vacinas indianas. No entanto, a CPI apura se houve má fé ou desvio nas práticas administrativas, frente ao sobrepreço das doses e às pressões atípicas para a compra do imunizante indiano.

Últimas