Novo Coronavírus

Christina Lemos Pazuello quer fechar contratos com Pfizer e Janssen o quanto antes

Pazuello quer fechar contratos com Pfizer e Janssen o quanto antes

Em reuniões com as farmacêuticas, ministro deixou claro que vai assinar contratos para compra dos imunizantes

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (3) que irá comprar as vacinas da Pfizer e da Janssen, após meses rejeitando propostas destas empresas. O ministro Eduardo Pazuello disse em que reunião com representantes da Pfizer que pretende assinar o contrato de compra de vacinas contra a covid-19 o mais rápido possível.

Em reunião com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o general já havia afirmado que a compra com a Pfizer poderia ser concluída ainda nesta quarta.

"Estamos discutindo a possibilidade da contratação da vacina da Pfizer que hoje se torna uma realidade a partir do projeto de lei que passou pelo Senado e pela Câmara", disse o ministro em referência à aprovação na terça-feira (2) do projeto que permite à União assumir as responsabilidades por eventuais efeitos adversos do imunizante. Trata-se de uma exigência da Pfizer que o governo vinha apontando como abusiva.

O ministro Eduardo Pazuello

O ministro Eduardo Pazuello

Reprodução/Vídeo

Em reunião com a CEO da Pfizer, Marta Diez, a Diretora da Vacinas da farmacêutica, Lucila Mouro, e a Diretoria de Comunicação, Cris Santos, Pazuello diz que “a partir de agora a gente segue nos trâmites de fazer este contrato o mais rápido possível”. E completou: "Vamos juntos cumprir essa missão: vacinar o povo brasileiro".

O ministro também teve reunião com a Janssen, braço farmacêutico da Johson & Johnson, para acertar a compra de mais um imunizante contra covid-19. Pazuello disse que contrato com a Johnson & Johnson está sendo acertado para entrega de vacinas da Janssen em agosto. "Vamos tentar puxar essa data", diz Pazuello. "O Brasil precisa ter essa vacina, precisa ter essa oportunidade", completou.

Últimas