Christina Lemos Propaganda na tv volta na sexta, com troca de ataques entre PT e PSL

Propaganda na tv volta na sexta, com troca de ataques entre PT e PSL

Bolsonaro e Haddad terão direito a dois blocos de cinco minutos cada, no rádio e na tv. Campanhas preparam artilharia pesada, com acusações de parte à parte

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, que disputam a presidência da República

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, que disputam a presidência da República

Gazeta Digital

Nesta sexta-feira, às 7h da manhã, no rádio, e às 13h, na tv, está de volta a propaganda eleitoral gratuita, desta vez apenas entre os dois candidatos à presidência e entre os concorrentes a governos estaduais que ainda disputam o segundo turno. Pelo menos no caso da disputa presidencial, as campanhas do PT e do PSL prometem subir o tom contra o adversário.

“Vamos levar ao horário eleitoral nossa preocupação com a violência e com as mentiras” - declara o petista Fernando Haddad, pressionado por correligionários a adotar tom mais incisivo contra o adversário do PSL. “Temos de fazer um ato de fé pela democracia e pela paz no país”, afirma o petista, cuja campanha tenta colar no concorrente e em sua militância a marca de violentos.

Do outro lado, Jair Bolsonaro também reforça o discurso contra o petista e até contra movimentos sociais que estão na base de apoio do adversário. “Temos de tipificar as ações do MST como terrorismo. Eles não produzem nada, produzem apenas terror” - declara o ex-capitão. Em resposta às acusações de suposta incitação à violência, o candidato devolve, em tom de acusação: “o PT e o PCdoB, incluindo suas parlamentares, votaram contra a prisão de menores que estupram e matam. Nós sempre fomos a favor!”

O horário eleitoral gratuito neste segundo turno vai vigorar de 12 a 26 de novembro. No rádio, das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na tv, das 13h, às 13h10 e das 20h30 às 20h40. A propaganda política dos candidatos a governos estaduais será exibida na sequência. As emissoras também terão de dedicar 25 minutos da programação diária a inserções de 30 ou 60 segundos para o horário eleitoral gratuito.