Christina Lemos Renan formaliza pedido para identificar quem bloqueou denunciante

Renan formaliza pedido para identificar quem bloqueou denunciante

Relator da CPI da Pandemia quer saber se ministro Queiroga autorizou veto de Ricardo Miranda a acesso ao sistema de informações sobre o tema.  Servidor denunciou supostos desvios no processo de compra da Covaxin

Senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI: cobrança a Queiroga por suposta interferência nas apurações da CPI. 

 

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI: cobrança a Queiroga por suposta interferência nas apurações da CPI. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Jefferson Rudy/Agência Senado - 25.06.2021

O senador Renan Calheiros (MDB/AL) protocolou esta manhã requerimento junto à secretaria da CPI da Pandemia para que sejam identificados os autores e mandantes do bloqueio do servidor Ricardo Miranda ao SEI - Sistema Eletrônico de Informações, conforme revelou o irmão do servidor, deputado Luís Miranda.

Para o relator da comissão de inquérito, se ficar caracterizado que a iniciativa teve o aval do ministro Marcelo Queiroga, "fica patente que o chefe da pasta da Saúde age para prejudicar as investigações da CPI". A hipótese, se confirmada, teria implicações jurídicas, já que a CPI tem poder de polícia. 

Ricardo Miranda, chefe de importação do Departamento Logístico do Ministério da Saúde, autor da denúncia sobre possíveis desvios na compra da vacina indiana Covaxin, não é alvo de processo administrativo interno no ministério e o bloqueio do acesso às informações não teria respaldo jurídico. 

Segundo o deputado Luís Miranda, seu irmão estaria disposto a novas revelações, desde que em sessão reservada da CPI.

Últimas