Christina Lemos Republicanos podem levar apoio a Lira a mais de 200 votos

Republicanos podem levar apoio a Lira a mais de 200 votos

Presidente da sigla, Marcos Pereira, promete entregar os 32 votos da Câmara ao pepista, alinhado ao Planalto. Relações com Maia estão estremecidas

Marcos Pereira confirmou apoio a Arthur Lira, do PP

Marcos Pereira confirmou apoio a Arthur Lira, do PP

Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O presidente do Republicanos, deputado Marcos Pereira, confirmou esta tarde ao blog que a legenda dará apoio integral ao candidato do PP à presidência da Câmara, Arthur Lira, tendo fechado questão em torno do tema.

A eleição é por votação secreta, mas, uma vez confirmada fidelidade a Lira, serão mais 32 votos a favor do pepista.

Com isso, o parlamentar, aliado ao Planalto, que trabalha pela sua vitória, passa a reunir dez legendas em seu bloco e fica mais próximo do placar necessário para a vitória: 257 votos. A disputa, porém, dificilmente será decidida em primeiro turno. 

Pereira, atual vice-presidente da Câmara, explica que o apoio não está relacionado à eventual partilha de cargos junto à Mesa Diretora, como é praxe nestas situações.

O líder político do Republicanos cogitou lançar-se como candidato da "terceira via" ou ainda ser o indicado do grupo arregimentado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia. "A bancada assim decidiu porque identificou um veto velado do Maia à minha pessoa", declarou. 

Para o presidente do Republicanos, Lira garantirá "o diálogo com os parlamentares" e "defenderá a atividade independente da Câmara". Rodrigo Maia busca ampliar apoio a seu candidato junto às legendas da oposição e tem encontrado dificuldades na escolha de um nome de consenso. 

Últimas