Christina Lemos Senador chama White Martins à CPI para explicar falta de oxigênio

Senador chama White Martins à CPI para explicar falta de oxigênio

Marcos Rogério, líder dos Democratas, quer que executivo explique problemas no fornecimento que agravaram crise sanitária no AM

Marcos Rogério (DEM-RO) articula ida de representante da White Martins à CPI

Marcos Rogério (DEM-RO) articula ida de representante da White Martins à CPI

Edilson Rodrigues/Agência Senado - 04.05.2021

Com o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello ainda em curso na CPI da Covid, o senador Marcos Rogério (RO), líder dos Democratas, protocolou nesta quarta-feira (19) um requerimento para a convocação do diretor executivo de Negócios da White Martins, Paulo César Gomes Baraúna, para falar à comissão.

A empresa foi a principal fornecedora de oxigênio na crise do Amazonas e deverá ajudar a explicar a ausência do produto a pacientes hospitalizados. Também poderá colaborar para esclarecer possíveis fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de recursos públicos, assinatura de contratos com empresas de fachada para prestação de serviços genéricos ou fictícios, entre outros ilícitos.

O executivo pode ser um ponto-chave para confirmar "ações ou omissões cometidas por administradores públicos federais, estaduais e municipais, no trato com a coisa pública", assinala o senador democrata.

O parlamentar informa ainda, em seu pedido, que a "White Martins é a principal fornecedora de oxigênio medicinal para o Estado do Amazonas" e que, "em janeiro de 2021, enfrentou um 'cenário de crise sem precedentes' devido à escalada no número de casos de covid-19 em Manaus, o que sobrecarregou as unidades de saúde e resultou na falta de oxigênio medicinal em hospitais públicos e privados".

Ao finalizar o requerimento, o senador destaca que a "atuação e conhecimentos sobre os fatos acima relacionados" da empresa "justifica a convocação para essa CPI, com o objetivo único de restabelecer a verdade".

Últimas