Tasso entrega amanhã versão do Senado para a Previdência

Senador tucano retirará do texto aspectos questionados por colegas, inclusive da oposição. Estes pontos vão integrar a PEC paralela.

Senador Tasso Jereissati (PSDB/CE), relator da Reforma da Previdência no Senado.

Senador Tasso Jereissati (PSDB/CE), relator da Reforma da Previdência no Senado.

Digite o autor da foto aqui

O relator da Reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB/CE), entregará nesta terça-feira à tarde à Comissão de Constituição e Justiça da Casa seu relatório para a PEC 6, que deve surpreender. O tucano estuda retirar do texto, votado pelos deputados, pontos considerados “imperfeições”, entre eles, as regras para trabalhadores expostos a riscos de saúde, como mineiros, mergulhadores e outros.

Tasso também acredita ser necessário tratamento diferente aos pensionistas - ponto mais polêmico da emenda durante as votações pelos deputados. Nesta etapa da Reforma, mudanças no texto causam a devolução da PEC à Câmara para novas votações. A única exceção são as supressões - retiradas parciais ou integrais de artigos da emenda. Os senadores pretendem que estes pontos suprimidos passem por nova redação e integrem uma outra emenda constitucional, chamada de PEC paralela, que terá tramitação autônoma nas duas casas.