Temer é aplaudido em restaurante em São Paulo

Após atuar para frear a crise entre Bolsonaro e o STF, ex-presidente fatura politicamente com imagem de conciliador

O ex-presidente Michel Temer: atuação animou pemedebistas e resgatou imagem de conciliador.

O ex-presidente Michel Temer: atuação animou pemedebistas e resgatou imagem de conciliador.

Lance! Galerias

O dia de glória do ex-presidente Temer foi saboreado pelo emedebista a cada minuto, após ter importante participação na operação de pacificação do ambiente em Brasília. Temer recebeu tratamento de celebridade, figurou em diversos memes e capitalizou com o episódio que o devolveu ao centro da cena política.

Nesta sexta-feira (10), o ex-presidente decidiu sair de casa para almoçar. Ele foi a um restaurante árabe, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo, onde foi recebido com aplausos dos clientes. Temer foi acompanhado de amigos, empresários e correligionários políticos e ficou visivelmente satisfeito com a manifestação espontânea dos presentes. Em agradecimento, disse algumas palavras aos clientes do restaurante, pregando sempre o diálogo e a pacificação. Ao fim da fala, foi novamente aplaudido.

Na internet, a situação protagonizada por Temer e Bolsonaro gerou reações bem humoradas. “Vou adicionar o Temer no grupo de zap da família”, escreveu um internauta, em referência à alegada capacidade de conciliação do ex-presidente.

A súbida popularidade de Temer é fruto da sua articulação política que reverteu a escalada da crise que opunha Bolsonaro e Alexandre de Moraes, do STF. Aproveitando o momento, o emedebista, postou em seu perfil no Instagram um vídeo do momento em que embarca em um avião da FAB destacado para levá-lo para almoço com Bolsonaro, em Brasília. “Sempre que fui chamado para ajudar o país, busquei o diálogo e coloquei as instituições acima dos homens”, registrou.

A surpreendente reviravolta política obtida em grande parte pela atuação de Temer animou emedebistas. O ex-ministro Carlos Marum, braço direito do então presidente, enviou mensagem logo pela manhã a amigos. “Comunico que estou pensando em deixar o MDB. É muita trabalheira. Viramos o Posto Ipiranga da Nação”, brincou. “Hoje já fui chamado para arbitrar acidente de trânsito e para decidir o que deve ser feito com o Grêmio”, completou. O ex-ministro é torcedor fanático do Internacional. 

O apelido de “Posto Ipiranga” foi aplicado ao ministro da Economia, Paulo Guedes, desde a campanha eleitoral, pelo próprio Bolsonaro, que usava a expressão sempre que perguntado sobre questões relacionadas à gestão da economia - tarefa que o candidato delegou publicamente a Guedes.

Últimas