Ciro Gomes

Christina Lemos Vitória é marcada por ousadia e pressão inéditas

Vitória é marcada por ousadia e pressão inéditas

Muito além da negociação e da barganha, pressão incluiu até ameaça de corte de verba do fundo eleitoral. Segundo turno e destaques ficam para a semana que vem

PEC dos Precatórios: vitória importante, mas provisória

PEC dos Precatórios: vitória importante, mas provisória

Cleia Viana/Câmara dos Deputados-11/08/2021

A vitória governista na votação de primeiro turno da PEC dos Precatórios foi marcada por um padrão de pressão que se mostrou muito além do jogo costumeiro da Câmara, segundo relato de governistas que ensaiavam a dissidência. A atuação do ministro Ciro Nogueira, da Casa Civil,  para conquistar os votos que faltavam na reta final incluiu o aviso de retaliação explícita àqueles que votassem contra a emenda, inclusive na distribuição de recursos para a campanha.

Na madrugada, o registro no painel de uma vantagem de apenas 4 votos, além de indicar a votação na base do “tudo ou nada”, demonstra certa ousadia calculada e confiança na estratégia. No entanto, não garante a segurança necessária para evitar que a proposta não seja desfigurada pelos destaques, que serão votados na semana que vem. Até lá, as negociações continuam, e terão de considerar as reações do lado oposto do balcão. 

Na oposição, a resposta mais dura veio do PDT. O pré-candidato do partido, Ciro Gomes, anunciou que sua candidatura estaria "em suspenso" até a votação de segundo turno da PEC — numa chantagem explícita sobre a bancada, que colaborou com a magra vitória governista.

Caciques da base aliada e articuladores do Planalto contam com uma semana para negociar a próxima etapa das votações e confirmar a vitória, por ora, provisória. Ao mesmo tempo, tentam se antecipar à etapa do senado, considerada incerta. Além do mérito do texto, será preciso negociar a pressa na votação, para viabilizar o pagamento do benefício em dezembro. A área técnica do governo alega que precisa de 45 dias para rodar a folha do novo Auxílio Brasil, que ampliará a base do Bolsa Família.

Últimas