Coluna do Fraga 'Fake News passaram a ser uma das maiores ameaças à democracia', diz senador

'Fake News passaram a ser uma das maiores ameaças à democracia', diz senador

Notícias falsas têm de ser combatidas, diz o senador João Souza

Notícias falsas têm de ser combatidas, diz o senador João Souza

Reprodução/Record TV

Para o segundo vice-presidente do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), as fake news se tornaram grande ameaça à democracia, impulsionadas pelas redes sociais. Na avaliação do vice-presidente, a propagação de boatos e notícias falsas deve acontecer de forma intensificada nas Eleições de 2018. O senador defendeu maior punição a quem espalha notícias falsas.

— O indivíduo que espalha notícia falsa comete crime de difamação, a punição deve ser agravada porque o prejuízo passar a ser de toda a sociedade. O princípio básico da comunicação social está na verdade da notícia. A divulgação de fato inverídico tem efeito danosos. A fabricação de notícias é crime que deve ser combatido com a responsabilidade e firmeza. Mancha numa figura pública não se conserta com uma simples retratação.

Souza participou nesta terça-feira (12) da abertura do Seminário Fake News e Democracia, promovido pelo Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional representando o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

Para o presidente da Abratel (Associação Brasileira de Rádio e Televisão), Márcio Novaes, que participou de um dos paineis do seminário, é importante combater as fake news.

— Os instrumentos estão dados,  precisamos combater as fake news na prática. É assim que a gente constrói uma imprensa, não só livre, mas com credibilidade.

Novaes lembrou que a liberdade de expressão está garantida pela Constituição Federal, mas o anonimato não.

— A Constituição é sábia, a liberdade de expressão é um direito, mas é vedado o anonimato.

O gerente de opinião do portal R7, Domingos Fraga, no painel sobre plataformas digitais, lembrou que a discussão é urgente no Brasil.

— Essa discussão é importante mas já é um pouco tarde porque a gente viu o que aconteceu nas eleições americanas. É importante lembrar também que Google e Facebook têm que ser responsabilizados também pelo que distribuem.

    Access log