grevecaminhoes
Coluna do Fraga Governo confirma prisão de empresário por locaute

Governo confirma prisão de empresário por locaute

General Sérgio Etchegoyen, ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), falou em Brasília após reunião de gerenciamento

Governo confirma prisão de empresário por locaute

Governo confirma prisão de empresário por locaute

Governo confirma prisão de empresário por locaute

Walterson Rosa/FramePhoto/Folhapress

O governo federal confirmou nesta quinta (31) a prisão de um empresário dos transportes por locaute (boicote empresarial, ilegal) na greve dos caminhoneiros. A informação é do ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Sérgio Etchegoyen. 

— Hoje pela manhã tivemos a primeira prisão preventiva de um empresário pelo exercício de locaute, bastante envolvido em ações [da greve]. 

O general não informou o nome do empresário e nem a empresa, só disse que a prisão foi no Rio Grande do Sul. Ele explicou que a Polícia Federal mantém nome e empresa sob sigilo. 

O general comemorou a ação das forças federais, que ocorreram sem o uso da violência. Mas lamentou a morte de um caminhoneiro. 

— Temos muitos a celebrar que governo e suas forças federais não foram foco de violência, ou alteração no uso da força. O uso da força não é necessariamente o uso da violência, há protocolos, técnicas que foram usadas pelas forças. Vem de disposição que desde o início foi demonstrada, de diálogo, negociação e só depois agir coercitivamente se necessário. 

A cúpula do governo federal mantém duas reuniões diárias de monitoramento da greve dos caminhoneiros. A entrevista coletiva foi concedida após a primeira reunião desta quinta, no feriado de Corpus Christi. Participaram da reunião, além do ministro do GSI, os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, Carlos Marun, da Secretaria de Governo, Raul Jungmann, Extraordinário da Segurança Pública, Claudenir Brito, ministro substituto da Justiça, Joaquim Silva e Luna, interino da Defesa, Grace Mendonça, Advogada Geral da União, Valter Casimiro, Transporte Portos e Aviação e Rossieli Soares, Educação. O presidente Michel Temer chegou ao Palácio do Planalto ao final da reunião, após compromissos externos. 

    Access log