Coluna do Fraga Lula tem 28% e Bolsonaro 24% na corrida à Presidência entre eleitores de Goiás

Lula tem 28% e Bolsonaro 24% na corrida à Presidência entre eleitores de Goiás

Em Goiás, Lula e Bolsonaro estão tecnicamente empatados

Em Goiás, Lula e Bolsonaro estão tecnicamente empatados

Montagem/R7

O ex-presidente Lula lidera as intenções de voto à Presidência entre os eleitores do Estado de Goiás com 28,2%, seguido do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) com 24,7%. Pela margem de erro, os dois estão tecnicamente empatados (Lula tem entre 25,7% e 28,2% e Bolsonaro tem entre 24,7% e 27,2%).

Em terceiro lugar vem Marina Silva (Rede), com 9,8% das intenções de voto. O levantamento foi feito pelo Instituto Paraná Pesquisas por meio de entrevistas pessoais com 1.520 eleitores em 58 municípios do Estado durante os dias 05 e 10 de dezembro de 2017.

O tucano Geraldo Alckmin aparece em quarto na preferência do eleitor com 6,6%. O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa tem 6,6%. Ciro Gomes (PDT) tem 3,3%. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles tem 3,2%. O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) tem 2,2% das intenções de voto. 

A pesquisa é estimulada, ou seja, os candidatos são apresentados ao eleitor. 11,9% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos e 3,9% não sabem ou não responderam. 

Em um cenário sem o ex-presidente Lula, que pode ficar fora da disputa caso seja condenado em segunda instância, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) lidera com 27,8%. Em segundo lugar vem Marina Silva (Rede), com 15,8% das intenções de voto. O tucano Geraldo Alckmin aparece em terceiro na preferência do eleitor com 8,2%. O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa tem 7,2%. Ciro Gomes (PDT) tem 6,1%. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles tem 5,2%. Fernando Haddad, que substituiria Lula na disputa aparece com 4,1%. O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) sobe para 2,8% das intenções de voto. 

Neste cenário 17,5% não votariam em nenhum candidato e 5,4% não sabem ou não responderam. O grau de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para o resultados gerais. 

    Access log