Tóquio 2020

O tamanho da campeã

Assim foi meu encontro com a medalhista Rebeca Andrade, que voltou de Tóquio com um ouro e uma prata

Rebeca Andrade durante entrevista em Guarulhos

Rebeca Andrade durante entrevista em Guarulhos

WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO 11.08.21

Foi no aeroporto internacional de São Paulo que, dias atrás, tive a oportunidade de falar pessoalmente com a Rebeca Andrade. Sim, o detalhe do "pessoalmente" é muito importante em época de pandemia e novas tecnologias... É quase uma raridade encontrar alguém assim, cara a cara. Mas foi fundamental para descobrir o tamanho da Rebeca, a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha olímpica na ginástica. Uma medalha não... Duas, vai?!

Assim que desembarcou, nenhuma novidade: Rebeca Andrade é baixinha. A campeã é uma menina de 22 anos e 1 metro e 55 centímetros de altura. Pequena, simples, de origem humilde, nascida ali mesmo em Guarulhos na grande São Paulo. Mas essa menina trouxe das olimpíadas do Japão o que nenhuma outra mulher na história do nosso país conseguiu antes: Uma medalha de ouro e uma de prata. Conquistou também atenção mundial.

Na entrevista coletiva dentro do aeroporto, Rebeca sentou na cadeira e praticamente sumiu atrás da mesa e da montanha de microfones da imprensa. Tão pequena que quase não encostava os pés no chão. Quem via Rebeca, aquela menina radiante tratada como celebridade diante de uma fileira de câmeras e jornalistas, imaginava que a "ficha" dela ainda não havia caído. Com perdão do trocadilho, parecia que havia dado só um "pulinho" ali no Japão e já estava de volta. Como num sonho. Assim, rapidinho... Sabe?

Fiz essa pergunta a ela e foi aí que Rebeca cresceu. Ela disse: "Não era um sonho ser campeã olímpica. Era um objetivo e nós cumprimos esse objetivo". Pode parecer bobagem, mas essa resposta da Rebeca naquele momento diz muito sobre o que é ser uma campeã. Enquanto ela falava, eu pensava... "Mas o que é um sonho e o que é objetivo?". O sonho é aquilo que a gente tem muita vontade de conquistar. Objetivo é aquilo que a gente define como meta. Significa que temos que cumprir. É compromisso e envolve planejamento, execução, foco. No caso dela, o objetivo era voltar pra casa com uma medalha olímpica. Mas qual atleta não tem esse sonho? A questão é que sonhos sem compromissos são apenas devaneios... 

A resposta simples da baixinha Rebeca havia sido uma aula. Mas não só uma aula de como ganhar uma medalha olímpica. Rebeca ensinou que ser grande só depende de como construímos o nosso pensamento e nos dedicamos aos nossos compromissos. "Quem vê cara, não vê coração", já dizia minha mãe.

Parabéns Rebeca Andrade! Você é gigante.

Últimas