Helcio Zolini The Intercept divulga novo indício de que Moro orientava Lava Jato

The Intercept divulga novo indício de que Moro orientava Lava Jato

De acordo com o site, o então juiz Sergio Moro, enquanto julgava Lula, sugeriu à Lava Jato emitir uma nota oficial contra a defesa a fim de pautar a imprensa, o que foi feito de pronto pelo MP

O The Intercept divulgou na noite desta sexta-feira (14) trecho de conversa mantida, via aplicativo, pelo então juiz federal, Sergio Moro, com outro procurador da República, Carlos Fernando dos Santos Lima, que reforçam as suspeitas de que o magistrado agia como uma espécie de coordenador informal da acusação, no âmbito da Operação Lava Jato. 

O site já havia revelado no domingo (9) e ao longo desta semana, mensagens trocadas entre Moro e o procurador-chefe da operação Deltan Dallagnol, que já evidenciavam uma atuação parcial de quem iria julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Segundo o Intercept, enquanto Moro julgava Lula, ele sugeriu à Lava Jato emitir uma nota oficial contra a defesa de Lula, necessária, na opinião dele, para rebater o que classificou de "showzinho da defesa" após o depoimento do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá.

A orientação do juiz que mais tarde iria julgar o caso foi acatada de pronto pelos procuradores, e a imprensa devidamente pautada pela ótica da operação.

O episódio ocorreu em 10 de maio de 2017, às 22h04. O então juiz federal pegou o celular, abriu o aplicativo Telegram e digitou uma mensagem a Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal em Curitiba.

“O que achou?”, quis saber Moro. O juiz se referia ao maior momento midiático da Lava Jato até então, ocorrido naquele mesmo dia: o depoimento Lula no processo em que ele era acusado – e pelo qual seria preso – de receber como propina do triplex. 

Seguiu-se o seguinte diálogo:

Santos Lima – 22:10 – Achei que ficou muito bom. Ele começou polarizando conosco, o que me deixou tranquilo. Ele cometeu muitas pequenas contradições e deixou de responder muita coisa, o que não é bem compreendido pela população. Você ter começado com o Triplex desmontou um pouco ele.
Moro – 22:11 – A comunicação é complicada pois a imprensa não é muito atenta a detalhes
Moro – 22:11 – E alguns esperam algo conclusivo

Moro – 22:12 – Talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele
Moro – 22:13 – Por que a Defesa já fez o showzinho dela.
Santos Lima – 22:13 – Podemos fazer. Vou conversar com o pessoal.
Santos Lima – 22:16 – Não estarei aqui amanhã. Mas o mais importante foi frustrar a ideia de que ele conseguiria transformar tudo em uma perseguição sua.

Ainda segundo o The Intercept, dez minutos depois da conversa com o então juiz, naquele 10 de maio, Santos Lima abriu o grupo Análise de clipping, em que também estavam assessores de imprensa do MPF do Paraná. Ele estaria em Recife no dia seguinte em um congresso jurídico.

Santos Lima – 22:26:23 – Será que não dá para arranjar uma entrevista com alguém da Globo em Recife amanhã sobre a audiência de hoje?
Assessor 1 – 22:28:19 – Possível é, só não sei se vale a pena. E todos os jornalistas que estão aqui e já pediram entrevista?
Assessor 2 – 22:28:32 – Mas dr., qual o motivo?
Assessor 2 – 22:29:13 – Qual a necessidade, na realidade..
Santos Lima – 22:30:50 – Uma demanda apenas. Como está a repercussão da coletiva dos advogados?
Assessor 2 – 22:30:58 – Rito normal do processo…vcs nunca deram entrevista sobre audiência…vai servir pra defesa bater…mais uma vez…

Leia o material no link abaixo disponibilizado pelo The Intercept:

https://theintercept.com/2019/06/14/sergio-moro-enquanto-julgava-lula-sugeriu-a-lava-jato-emitir-uma-nota-oficial-contra-a-defesa-eles-acataram-e-pautaram-a-imprensa/