Luiz Fara Monteiro Comissário da Ryanair é demitido por ingerir bebida alcoólica durante voo

Comissário da Ryanair é demitido por ingerir bebida alcoólica durante voo

Funcionário, de 26 anos, foi flagrado por passageiro supostamente bebendo uma garrafa de vinho em miniatura e outra de uísque, retiradas de um carrinho de bebidas

Comissário foi demitido por, supostamente, ingerir bebida alcoólica durante voo

Comissário foi demitido por, supostamente, ingerir bebida alcoólica durante voo

Reprodução Vídeo

Um comissário da Ryanair visto supostamente bebendo em um voo foi demitido, segundo informa reportagem do The Sun.

O funcionário, de 26 anos, foi pego supostamente bebendo uma garrafa de vinho em miniatura e uma dose de uísque de um carrinho de bebidas.

Ele disse ter bebido com um passageiro na parte traseira do avião e fez um gesto obsceno para a câmera — mas foi preso ao pousar depois que o comandante foi alertado.

Um passageiro que pediu uma bebida à tripulação disse que ficou chocado quando Thompson começou a beber com ele.

Ele disse ao The Sun: “Eu não sei o que ele estava pensando".

“Eu pedi uma bebida e, quando ele veio, ele me disse: 'Shh, não conte a ninguém, mas eu também quero'.

“Então ele começou a beber uma dose de uísque. Ele também tinha uma garrafa de 187 ml de [vinho] tinto.

“Ele parecia bêbado e que estava bebendo fazia mais tempo do que apenas no voo.

“Pedi para falar com o comandante, e ele [o comissário] ficou furioso.”

Em imagens entregues à polícia, o comissário uniformizado é visto sentado perto da porta de saída enquanto aparentemente tenta beber vinho discretamente.

Em outro clipe, ele se vira e parece tomar uma dose de uísque.

A tripulação da Ryanair não pode beber álcool até oito horas antes ou durante um voo.

O código de ética da empresa diz que quem “sofre influência por drogas ou álcool durante a realização de negócios da empresa” está sujeito a ação disciplinar.

Acredita-se que o comandante realizou o teste do bafômetro em Thompson, que supostamente tinha 50 miligramas  por 100 mililitros de ar.

O limite legal para dirigir um carro é de 35 miligramas.

A polícia de Essex disse que Thompson, de Cheshunt, Hertfordshire, foi acusado de “desempenhar uma função de aviação, ou seja, ser membro da cabine de uma aeronave durante o voo, quando sua capacidade de fazê-lo foi prejudicada por causa de bebida”.

Ele foi demitido pela companhia aérea e deve comparecer ao tribunal de magistrados de Chelmsford em 8 de junho.

A Ryanair disse que o avião era operado pela empresa coirmã Lauda Europe.

A companhia aérea acrescentou: “A Lauda Europe investigou uma violação individual da tripulação de cabine da política rígida da empresa".

“O membro da tripulação de cabine em questão não opera mais para a Lauda Europe.”

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas